Ibope SP aponta Covas com 26%; Russomanno, 20% e Boulos, 13%

De acordo com o Ibope SP, na disputa pelas Eleições 2020 na capital, Covas aumentou 4 pontos e Russomanno perdeu 5

O Ibope divulgou na noite desta sexta-feira, dia 30, nova rodada de pesquisa de intenção de voto à Prefeitura de São Paulo pelas Eleições 2020. Bruno Covas (PSDB) segue na liderança com 26%, seguido de Celso Russomanno (Republicanos) com 20%.

Pesquisa Ibope SP

De acordo com a pesquisa divulgada pela TV Globo e pelo jornal ‘O Estado de S. Paulo’ esses são os percentuais:

  • Bruno Covas (PSDB) – 26%
  • Celso Russomanno (Republicanos) – 20%
  • Guilherme Boulos (PSOL) – 13%
  • Márcio França (PSB) – 11%
  • Jilmar Tatto (PT) – 6%
  • Arthur do Val – Mamãe Falei (Patriota) – 3%
  • Joice Hasselmann (PSL) – 2%
  • Andrea Matarazzo (PSD), Levy Fidelix (PRTB), Orlando Silva (PCdoB) e Filipe Sabará [desistiu da candidatura]* têm 1% cada
  • Brancos/nulos – 10%
  • Não sabe/Não respondeu – 5%
  • Vera Lúcia (PSTU), Marina Helou (Rede) e Antonio Carlos Silva (PCO) tiveram menos de 1%.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em relação a pesquisa Ibope SP anterior, datada de 15 de outubro:

  • Covas foi de 22% para 26%;
  • Russomanno foi de 25% para 20%;
  • Boulos foi de 10% para 13%;
  • França foi de 7% para 11%;
  • Jilmar Tatto foi de 4% para 6%;
  • Arthur do Val foi de 2% para 3%;
  • Joice Hasselmann foi de 1% para 2%;
  • Andrea Matarazzo, Levy Fidelix, Orlando Silva e Filipe Sabará se mantiveram com 1%;
  • Vera Lúcia foi de 1% para 0%;
  • Marina Helou foi de 1% para 0%;
  • Antônio Carlos se manteve com 0%;
  • Os brancos e nulos foram de 17% para 10%;
  • Os indecisos foram de 7% para 5%.

O Ibope informou que a renúncia de Filipe Sabará foi formalizada durante a pesquisa de campo, por isso seu nome constava no questionário feito aos eleitores.

Simulações de segundo turno

A pesquisa Ibope SP também trouxe projeções para eventuais disputas de segundo turno.

Entre Bruno Covas e Celso Russomanno, o atual prefeito ganharia de 47% a 31%.  Entre Bruno Covas e Guilherme Boulos, o tucano também venceria, com placar mais elástico: 51% a 26%.

A pesquisa tem margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 1.204 eleitores da cidade de São Paulo entre os dias 28 e 30 de outubro. O número de identificação do estudo na Justiça Eleitoral é 01331/2020.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes