Governo dos EUA suspende tratado de extradição com Hong Kong

A medida entrou em vigor em conjunto com a suspensão de outros dois tratados bilaterais, que envolvem a entrega de infratores fugitivos, a transferência de pessoas condenadas e isenções fiscais recíprocas.

Em nova escalada da tensão diplomática entre os países, o governo dos EUA suspendeu o tratado de extradição com Hong Kong.

A medida entrou em vigor na última quarta-feira (19), em conjunto com mais 2 tratados bilaterais que também foram suspensos. Outros países já haviam adotado medidas similares.

No mês de julho, o presidente Donald Trump encerrou o comércio preferencial e o status diplomático de Hong Kong com os EUA.

“O Partido Comunista Chinês optou por esmagar a liberdade e a autonomia do povo de Hong Kong”, tuitou o secretário de Estado Mike Pompeo. Ele se refere à nova lei de segurança nacional promulgada pelo governo chinês.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com os críticos, a lei efetivamente restringe o protesto e a liberdade de expressão.  No entanto, a China garante que a nova lei devolverá a estabilidade ao território após um ano de agitação.

 

EUA suspende tratado de extradição com Hong Kong

 

Ainda que a medida já fosse esperada, o governo de Hong Kong se pronunciou, afirmando que objeta veementemente e deplora” a suspensão do tratado de extradição, bem como dos demais acordos bilaterais.

De acordo com a BBC, a administração diz que a atitude norte-americana é “amplamente vista como uma medida para criar problemas nas relações China-EUA, usando Hong Kong como peão“.

Outros países como Reino Unido e Alemanha também suspenderam os tratados de extradição nas últimas semanas.

 

tratado de extradição eua hong kong
Imagem: Reprodução / Pixabay

 

 

Entenda as novas sanções impostas pelo governo norte-americano

 

Recentemente, a tensão diplomática entre os EUA e a China se agravou. Após o fechamento do consulado chinês em Houston, os jornalistas chineses podem não ter seus vistos renovados para permanecer em solo americano.

Ainda no início deste mês, o governo Trump impôs sanções à presidente-executiva de Hong Kong, Carrie Lam. Também foram afetadas outras 10 autoridades importantes de Hong Kong e da China continental.

Por fim, os três tratados bilaterais suspensos na última-quarta feira compreendem:

  • Entrega de criminosos foragidos;
  • Transferência de pessoas condenadas;
  • Fim de isenções recíprocas de impostos sobre a renda derivada da operação internacional de navios.

Segundo informações da BBC, a suspensão das isenções recíprocas de impostos deve afetar significativamente as empresas de Hong Kong.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes