Sistema imune: conheça os nutrientes essenciais para proteger o organismo

Quer fortalecer a imunidade e manter a saúde em dia? Então aprenda quais são as vitaminas e minerais que não podem faltar na sua rotina.

Todos os dias, o corpo entra em muitas batalhas contra agentes nocivos, como bactérias e vírus, por exemplo. E o responsável por sua defesa é o complexo sistema imune. De fato, essa barreira – que tem milhões de células com diferentes funções – é quem impede o surgimento de doenças.

Nos últimos meses, o assunto ganhou destaque. Principalmente por conta do Coronavírus e da preocupação com a saúde. Afinal, garantir uma boa imunidade contribui para uma vida mais equilibrada, com energia e disposição.

Por outro lado, sempre que esse mecanismo está debilitado, o organismo fica vulnerável. Por isso, é importante aprender a manter o sistema imune em alta. Para isso, a melhor dica é focar na alimentação. Ou seja, ela deve ser variada e saudável.

De acordo com o nutrólogo Daniel Magnoni, o problema é que a rotina cada vez mais cheia de compromissos se tornou uma grande vilã da dieta. E, por consequência, da saúde. “Hoje em dia é muito difícil seguir uma dieta rica em alimentos que forneçam as necessidades diárias das principais vitaminas e minerais. Mas as pessoas já entenderam a importância que isso pode trazer ao organismo. Assim, têm procurado opções como a suplementação, que é eficaz e muito prática. Aliás, existem até mesmo opções como a nova geração em gomas”, comenta.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Como fortalecer o sistema imune

sistema imune
Imagem: reprodução / Pinterest

 

A combinação de vitaminas e minerais favorece o funcionamento do sistema imune tanto em adultos quanto em crianças. No entanto, é preciso acompanhar as necessidades diárias de cada faixa etária. “Vitaminas D e E, e principalmente a vitamina C, além de minerais, conseguem dar essa resposta ao organismo. Por isso devem estar presentes na alimentação e, quando necessário, na suplementação. Porém, isso deve seguir sempre a orientação de um médico”, acrescenta Daniel.

Então, se a dieta é a melhor maneira de turbinar o sistema imune, que tal aprender quais nutrientes não podem faltar na sua mesa?   

 

Vitamina C – essencial para o sistema imune

É provável que a vitamina C seja o nutriente mais famoso para fortalecer a imunidade. Solúvel em água, ela é muito importante na função dos leucócitos. Eles formam um exército que protege o organismo, por isso têm o papel de auxiliar com a saúde e a disposição. Além disso, a vitamina faz muito bem para a pele, já que tem efeito anti-idade e hidratante. 

Assim, aposte em alimentos ricos nesse elemento, como acerola, limão, laranja, mamão papaia e kiwi.  

 

Vitamina D

Esse hormônio se classifica como vitamina e a sua síntese ocorre pela exposição à luz solar. Mas vale lembrar: ao tomar sol, cuide-se com o uso de filtro solar e faça isso nos horários certos. 

Ela regula o sistema imune e auxilia na absorção de minerais como o cálcio, fundamental na formação de ossos e dentes. Apesar de sua relevância, cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo têm deficiência ou insuficiência de vitamina D. 

Coloque, então, na lista de compras salmão, bife de fígado e atum. 

 

Vitamina E

Mais uma vitamina que melhora a resposta celular. Ademais, diminui a produção da prostaglandina E2 em idosos, que favorece infecções. Por fim, é uma das vitaminas em que os suplementos contribuem de forma positiva com o sistema imune

Avelã, sementes e óleo de girassol, por exemplo, são boas fontes dessa vitamina.

 

Zinco – mineral poderoso para o sistema imune

Você sabia que as células do sistema imune contêm enzimas que precisam de zinco para funcionar? Pois é, sem esse mineral o batalhão que protege o organismo não funciona direito. Mais que isso, ele auxilia na cicatrização de ferimentos e fortalece unhas e cabelo.

Aposte em itens como amendoim, amêndoas, camarão e carne vermelha. 

 

Selênio

O selênio é um elemento essencial para o sistema imune. Tem papel no equilíbrio de oxidação e proteção do DNA. Também atua como cofator de um grupo de enzimas que contribuem para proteger as células de dano oxidativo. Como resultado, protege contra diversas doenças, inclusive o câncer. E até a pele sai ganhando, pois fica jovial por mais tempo. 

Assim, inclua na dieta alimentos como castanha-do-pará, sementes de girassol e ovos orgânicos.

Fonte: Daniel Magnoni, chefe de nutrologia do Instituto Dante Pazzanese.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes