Mondial compra antiga fábrica da Sony em Manaus e vai produzir TVs

A empresa não revelou o valor do negócio que foi fechado e deve assumir a antiga planta até fevereiro de 2021.

Após a Sony afirmar que vai encerrar suas produções no Brasil, a empresa nacional Mondial anunciou a compra da antiga fábrica na zona franca de Manaus, capital do Amazonas. A companhia também anunciou que entrará nos mercados de televisores, ar-condicionado e micro-ondas. A planta da fábrica conta com 27 mil metros quadrados e abrigava cerca de 200 funcionários na antiga empresa Sony. Os valores do negócio não foram divulgados pela Mondial.

A Mondial vai assumir a fábrica no dia 1º de fevereiro de 2021, quando a Sony deve efetivamente deixar o país. Além disso, a empresa brasileira pretende contratar mais 420 funcionários futuramente.

Mondial compra Sony

A Mondial é uma marca brasileira, atua em vários segmentos de eletrodomésticos portáteis, fundada no ano de 2000 pelo empresário Giovanni Martins Cardoso. Recentemente, anunciou a compra da antiga fábrica da Sony em Manaus e vai aumentar suas produções no território brasileiro.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Hoje a empresa tem uma fatia de 36% do mercado de batedeiras e liquidificadores, entre outros eletroportáteis, com expectativa de fechar 2020 com quase R$ 3 bilhões de faturamento.

Com a compra, a empresa de Barueri (SP) assume todas as estruturas produtivas, laboratórios de análise, salas de testes, linhas de montagens, armazenamento, fabricação de moldes e toda a capacidade instalada pela antiga proprietária japonesa.

Sony deixa o Brasil

Em setembro deste ano, a empresa de eletrônicos Sony anunciou que iria deixar o Brasil, após 48 anos. De acordo com o comunicado, a fábrica localizada em Manaus (AM) vai deixar de funcionar no país até março de 2021. A comercialização de seus produtos também vai ser encerrada no país em meados do próximo ano, mas sem data definida. Ainda no comunicado a empresa afirmou que tomou essa decisão “considerando o ambiente recente de mercado e a tendência esperada para os negócios.”.

Outros produtos ainda vão continuar sendo ofertados no país por meio de distribuidores e importadores parceiros da Sony, assim como toda a oferta da empresa para o mercado de games. O PlayStation, um dos principais produtos da marca, continuará a ser vendido no Brasil via distribuidor. O lançamento PS5 ainda está de pé no Brasil e deve acontecer no final do ano.

Ao Canaltech, a empresa afirmou, também em setembro, que os cuidados especiais serão dados aos colaboradores demitidos, que também terão acesso a todos os direitos devidos, enquanto mantém as operações de games, soluções profissionais e entretenimento audiovisual, bem como os serviços de suporte aos produtos que foram e ainda estão sendo vendidos no mercado nacional.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes