Amazon descobre roubo de iPhones

5 funcionários da Amazon foram presos em Madrid por roubo de iPhones. Prejuízo calculado é de 500 mil euros.

Diversas vezes ouvimos histórias de roubo de iPhones. Afinal, os queridinhos da Apple são objeto de desejo, ainda mais quando se lança uma nova versão, como aconteceu recente com o iPhone 12.

Mas poucas histórias se parecem quanto a esta: a polícia espanhola prendeu cinco funcionários da Amazon em um centro de logística em Madrid, acusados de roubar 500 mil euros do iPhone.

No momento da prisão, os detidos possuíam 10 iPhones, além de um grande número de adesivos com o IMEI de diversos aparelhos. Assim, parece que eles arrancaram os códigos das caixas para dificultar a investigação policial.

Tudo começou com uma investigação interna da Amazon quando detectou que havia pacotes cujo peso não correspondia. Assim, após a investigação, encaminharam o caso para a polícia que acabou prendendo 5 pessoas.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

"<yoastmark

Roubo de iPhones

A Amazon iniciou a investigação interna ao perceber que havia certas embalagens cujo peso não correspondia ao que estava registrado. Foi quando decidiram colocar câmeras ocultas para ver se algo estranho acontecia.

Esses funcionários mudaram o conteúdo de certas remessas com a introdução dos novos iPhones. Ou seja, alguém, provavelmente um cúmplice, comprava algo relativamente barato na Amazon e, antes do envio, trocava o conteúdo da embalagem por um iPhone.

A Amazon estima que o prejuízo é de meio milhão de euros, cerca de 3 milhões de reais. Por enquanto, a investigação está em andamento para ver quem foram os beneficiários dos pacotes que continham iPhones realmente baratos. Assim, esperas-se que haja mais pessoas envolvidas nesse esquema.

Três funcionários foram presos prontamente após sair do trabalho. Um quarto foi preso enquanto trabalhava e o quinto cúmplice se entregou voluntariamente. Os cinco receberam a demissão da Amazon e agora aguardam o julgamento. 

A Amazon também adicionou que continua com sua investigação interna e não descarta a possibilidade de que novas detenções possam feitas.

Fonte iPadize

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes