UE investiga Instagram sobre manipulação de dados de crianças

O Instagram está sendo investigado pelo Comissário de Proteção de Dados (DPC) da Irlanda sobre o tratamento de dados pessoais de crianças na plataforma.

UE investiga Instagram sobre possível manipulação de dados de crianças.

O Instagram está sendo investigado pelo Comissário de Proteção de Dados (DPC) da Irlanda sobre o tratamento de dados pessoais de crianças na plataforma.

Vários gigantes da tecnologia dos EUA têm sua sede europeia na Irlanda. Assim, O DPC é o principal regulador da União Europeia de acordo com o Regulamento Geral de Proteção de Dados da UE (GDPR).

Além disso, ele é responsável por proteger o direito dos indivíduos à privacidade online e tem o poder de emitir multas pesadas.

Portanto, o Facebook, proprietário do aplicativo de mídia social, pode ter que pagar uma multa enorme se for descoberto que o Instagram violou as leis de privacidade.

As investigações resultam de reclamações de que o Instagram tornou as informações de contato de contas comerciais visíveis ao público para qualquer pessoa que acessasse o aplicativo.

 

Ue investiga instagram
Imagem: reprodução / pexels

UE investiga Instagram

O regulador irlandês está investigando se o Facebook tem uma base legal para processar dados pessoais de crianças. Além disso, querem saber se a plataforma emprega proteções e restrições adequadas para elas no Instagram.

Separadamente, eles também estão verificando se o Facebook cumpriu os requisitos do GDPR em relação ao perfil do Instagram e às configurações de conta. Além de verificar se o Facebook está protegendo adequadamente os direitos de proteção de dados de crianças como pessoas vulneráveis.

A idade mínima para ter uma conta no Instagram é 13 anos.

De acordo com Graham Doyle, vice-comissário da DPC,  “o Instagram é uma plataforma de mídia social amplamente usada por crianças na Irlanda e em toda a Europa”.

“O DPC tem monitorado ativamente as reclamações recebidas de indivíduos nesta área e identificou potenciais preocupações em relação ao processamento de dados pessoais das crianças no Instagram que requerem um exame mais aprofundado”.

 

As preocupações dos pais

Em fevereiro de 2019, o cientista de dados David Stier analisou perfis de quase 200.000 usuários do Instagram em todo o mundo. De acordo com Stier, por mais de um ano pelo menos 60 milhões de usuários menores de 18 anos tiveram a opção de mudar facilmente seus perfis para contas comerciais.

As contas empresariais do Instagram exigem que os usuários exibam seus números de telefone e endereços de e-mail publicamente. Dessa forma os dados pessoais pertencentes a muitos usuários ficam visíveis para outros usuários do Instagram.

Fonte BBC
Você pode gostar também