VPN e Cloud: Para que serve a nuvem e quanto custa?

Não, você não está sendo paranoico. Existem pessoas que monitoram a internet na tentativa de interceptar informações. De certo, se você não protege senhas e dados sensíveis, os hackers podem coletar suas informações.

VPN, a tecnologia que oculta os dados de navegação na internet, está se tornando cada vez mais comum. Em contrapartida, a computação em nuvem (cloud) é uma tecnologia que permite armazenar e processar dados na Internet.

Em suma, o cloud permite a você ter acesso a programas e arquivos através de qualquer dispositivo, de qualquer parte do mundo. Enquanto isso, o VPN pode ser utilizado para criar uma rota virtual criptografada entre o seu computador e o servidor. 

O que é VPN?

VPN é uma tecnologia que embaralha a comunicação entre os dispositivos que você está usando. Além disso, esconde sua atividade, ocultando seu uso da rede. Desta forma, todas as informações que você envia e recebe ficam protegidas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O serviço é útil quando você está enviando dados confidenciais, como informações sigilosas. Assim sendo, o VPN cria um ponto intermediário entre o seu dispositivo e o destino final.

Neste ponto intermediário as informações são criptografadas e ocultas antes de chegar ao final. Logo, os hackers não sabem dizer a origem dos dados, e tampouco conseguem compreender o que está trafegando na rede.

A equipe do Mercado Bitcoin, exchange mais segura da América Latina de acordo com o ranking BTI, preparou abaixo uma sequência de vídeos com dicas importantes para não cair em golpes:

Como usar VPN? Quanto custa?

Para usar o serviço de VPN basta instalar o programa em seu computador ou smartphone, e realizar o login no servidor. Em seguida, o próprio aplicativo se encarrega de ocultar os dados, enquanto você navega normalmente na internet.

Os serviços custam entre R$ 250 e R$ 400 por ano, considerando o uso doméstico. A maioria dos provedores oferece uma franquia gratuita, porém limitada.

Ao escolher um provedor, lembre-se que nem todos os aplicativos são seguros. Escolha programas e aplicativos mais renomados, e bem avaliados nas lojas

Antes de contratar o serviço, é recomendável buscar opiniões de revistas especializadas. Dentre os mais baixados no Google e Apple, temos NordVPN, SurfShark, e Tor Guard.

O que é cloud, a computação na nuvem?

Cloud é um serviço de armazenamento de informações na nuvem. De fato, não é prático, nem seguro, armazenar documentos e fotos no seu computador ou smartphone. O que fazer se o dispositivo for perdido ou parar de funcionar?

Com o uso da nuvem (cloud), você pode armazenar e consultar seus arquivos em segurança utilizando qualquer dispositivo conectado à internet. Estes serviços de armazenamento na nuvem são oferecidos por muitas empresas de forma gratuita, e com ótima qualidade.

Deste modo, é importante utilizar um serviço de VPN ao acessar seus dados sensíveis na nuvem, evitando assim exposição indesejada.

Qual o melhor cloud?

De acordo com os analistas, o Google Drive é a melhor ferramenta gratuita para armazenamento na nuvem. Primeiramente, é integrada aos dispositivos Android. Em seguida, possui aplicativos para computadores e celulares Apple.

Por outro lado, se você é um usuário de aparelhos iOS, a melhor opção é utilizar o iCloud da Apple. Desse modo, pode aproveitar os recursos em conjunto com o seu aparelho.

Outras opções regularmente citadas por analistas são o OneDrive da Microsoft, além do Dropbox. Entretanto, há serviços pagos que oferecem um histórico de alterações. Assim sendo, você consegue restaurar um arquivo na versão anterior em caso de problemas.

VPN grátis é seguro?

VPN, serviço que oculta origem e conteúdo dos dados, no mapa mundi
Foto: reprodução

Nem sempre. Lembre-se que não existe almoço grátis. Isso porque ferramentas gratuitas podem ser mais nocivas do que se imagina. Em suma, ao utilizar um serviço gratuito, você não tem como reclamar em casos de vazamento de dados.

Vai fazer compras nesse Black Friday? Veja como fugir de golpes e evitar sites falsos.

Além disso, segundo estudo, 40% dos aplicativos gratuitos de VPN para dispositivos Android contém códigos maliciosos. Similarmente, é muito comum que apareça propaganda em excesso. 

Em resumo, estes programas gratuitos usualmente aproveitam sua rede para realizar ataques em outros servidores, ocultando assim sua origem. Portanto, se você não deseja estar no meio de roubo de dados e invasões de sistemas, aconselhamos selecionar um provedor de VPN de renome.

Certamente o valor cobrado pelo serviço compensa a certeza de proteção.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes