Globo de Ouro 2021: veja a lista de vencedores e os melhores momentos

Premiação teve apresentação das humoristas Tina Fey e Amy Poehler, e prêmio póstumo para Chadwick Boseman

O Globo de Ouro 2021 aconteceu na noite deste domingo (28) em Los Angeles, na Califórnia, e logo de cara mostrou ao público o formato ‘sem aglomeração’, seguindo as recomendações das autoridades de saúde contra a Covid-19. A 78ª edição da premiação que é tida como o termômetro para o Oscar, foi apresentada pelas humoristas Tina Fey e Amy Poehler.

Cada apresentadora comandou o prêmio de um lugar diferente. Poehler apresentou diretamente de Beverly Hilton Hotel, em Los Angeles, enquanto Fey esteve diretamente do topo do Rockefeller Plaza, em Nova York. No início, o sinal de que a pandemia ainda continua ficou nítido.

A câmera focou no plateia com capacidade reduzida e distanciamento social – formada apenas por trabalhares da linha de frente (médicos, enfermeiros, profissionais da limpeza dos hospitais e outros). “Normalmente a sala está cheia de celebridades, mas hoje só temos trabalhadores essenciais e da linha de frente. Queremos que as celebridades fiquem seguras em casa”, disseram as apresentadoras.

Prêmios Globo de Ouro 2021

A noite de premiações começou com  Laura Dern, que apresentou a categoria Ator Coadjuvante em Filme. Para a noite de gala, a estrela escolheu um look preto trabalhado no decote.  O prêmio foi para Daniel Kaluuya, que deu um show de atuação em “Judas e o Messias Negro”. 

Daniel kaluuya - globo de ouro
Daniel kaluuya no globo de ouro (foto: tnt brasil)

Logo em seguida, John Boyega conquistou a estatueta dourada do Globo de Ouro na categoria Melhor Ator Coadjuvante em Série, por “Small Axe”. Já o prêmio de Melhor Atriz em Série de Comédia ou Musical ficou com Catherine O’Hara, por “Schitt’s Creek”.  Na sequência foi anunciada a Melhor Animação que ficou com “Soul“, do diretor Pete Docter. 

Um dos momentos marcantes da premiação ficou por conta Mark Rufallo, vencedor da estatueta de Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme por sua atuação em “I Know This Much Is True”. O ator fez um discurso emocionante e citou a luta do mundo contra a Covid-19.

“O que nos une é muito maior do que o que nos separa, todos podemos olhar ao redor e se ver e ouvir. Quanto mais rápido fizermos isso, vamos conseguir nos curar. A mãe Terra está morrendo, temos que cuidar dela. Vamos ter coragem e lutar, virar a página desse passado cruel. A injustiça, o cuidado, estão surgindo. A decência está superando os problemas. Somos aqueles que a história espera, então vamos fazer isso juntos!”, disse.

O Globo de Ouro também premiou direção e roteiro. Aaron Sorkin, de “Os 7 de Chicago”, levou a estatueta de Melhor Roteiro em Filme. Já a diretora e roteirista chinesa Chloé Zhao, venceu na categoria de Melhor Direção do Globo de Ouro por “Nomadland” e entrou para a história da premiação ao vencer uma categoria que por décadas foi vencida por homens.

Taylor simone ledward - globo de ouro
Taylor simone ledward (foto: tnt brasil)

Por fim, o ponto alto da premiação ficou por conta da vitória de Chadwick Boseman (1976-2020). O ator venceu o prêmio póstumo por sua atuação em A Voz Suprema do Blues, produzido pela Netflix. Taylor Simone Ledward, esposa de Boseman, foi convidada para receber o prêmio em nome do ator.

Ledward fez um discurso emocionante e agradeceu o prêmio como o marido agradeceria se estivesse vivo. “Ele [Chadwick] agradeceria a Deus, a seus pais, aos seus ancestrais por serem seus guias e por se sacrificarem. E sua equipe maravilhosa também. Ele agradeceria à equipe do set, diria alguma coisa linda, inspiradora, que amplificaria aquela voz dentro de todos”, iniciou.

“A voz que diz que devemos seguir em frente, que nos chamaria de volta ao nosso propósito. Ele agradeceria a Denzel Washington, a tantas pessoas na Netflix, a Viola Davis… Não tenho as palavras dele, mas temos que celebrar todos que amamos. Querido, mantenha isso vivo”, concluiu ela.

Veja a lista completa de vencedores do Globo de Ouro 2021

Melhor Filme – Drama

“Meu Pai”
“Mank”
“Nomadland”
“Bela vingança”
“Os 7 de Chicago”

Melhor filme – Musical ou comédia

“Borat: fita de cinema seguinte”
“Hamilton”
“Palm Springs”
“Music”
“A Festa de Formatura”

Melhor diretor

Emerald Fennell — “Bela Vingança”
David Fincher — “Mank”
Regina King — “Uma noite em Miami…”
Aaron Sorkin — “Os 7 de Chicago”
Chloé Zhao — “Nomadland”

Melhor atriz de filme – Drama

Viola Davis (“A voz suprema do blues”)
Andra Day (“Estados Unidos Vs Billie Holiday”)
Vanessa Kirby (“Pieces of a Woman”)
Frances McDormand (“Nomadland”)
Carey Mulligan (“Bela vingança”)

Melhor ator de filme – Drama

Riz Ahmed (“O som do silêncio”)
Chadwick Boseman (“A voz suprema do blues”)
Anthony Hopkins (“Meu pai”)
Gary Oldman (“Mank”)
Tahar Rahim (“The Mauritanian”)

Melhor atriz em filme – Musical ou comédia

Maria Bakalova (“Borat: Fita de cinema seguinte”)
Michelle Pfeiffer (“French Exit”)
Anya Taylor-Joy (“Emma”)
Kate Hudson (“Music”)
Rosamund Pike (“Eu me importo”)

Melhor ator em filme – Musical ou comédia

Sacha Baron Cohen (“Borat: fita de cinema seguinte”)
James Corden (“A Festa de Formatura”)
Lin-Manuel Miranda (“Hamilton”)
Dev Patel (“The Personal History of David Copperfield”)
Andy Samberg (“Palm Springs”)

Melhor ator coadjuvante

Sacha Baron Cohen (“Os sete de Chicago”)
Daniel Kaluuya (“Judas e o messias negro”)
Jared Leto (“Os pequenos vestígios”)
Bill Murray (“On the Rocks”)
Leslie Odom, Jr. (“Uma noite em Miami…”)

Melhor atriz coadjuvante

Glenn Close (“Era uma vez um sonho”)
Olivia Colman (“Meu pai”)
Jodie Foster (“The Mauritanian”)
Amanda Seyfried (“Mank”)
Helena Zengel (“News of the World”)

Melhor roteiro

“Bela vingança”
“Mank”
“Os 7 de Chicago”
“Meu pai”
“Nomadland”

Melhor filme em língua estrangeira

“Another Round” (“Druk”) – Dinamarca
“La Llorona” – Guatemala / França
“Rosa e Momo (“The Life Ahead” ou “La vita davanti a sé”) – Itália
“Minari – Em Busca da Felicidade” – EUA
“Nós duas” (“Two of Us” ou “Deux”) – França e EUA

Melhor animação

“Os Croods 2: Uma Nova Era”
“Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica”
“A caminho da Lua”
“Soul”
“Wolfwalkers”

Melhor trilha sonora

“O céu da meia-noite” – Alexandre Desplat
“Tenet” – Ludwig Göransson
“News of the World” – James Newton Howard
“Mank” – Trent Reznor, Atticus Ross
“Soul” – Trent Reznor, Atticus Ross, Jon Batiste

Melhor canção original

“Fight for You” de “Judas e o messias negro” – H.E.R., Dernst Emile II, Tiara Thomas
“Hear My Voice” de “Os 7 de Chicago” – Daniel Pemberton, Celeste
“Io Si (Seen)” de “Rosa e Momo” – Diane Warren, Laura Pausini, Niccolò Agliardi
“Speak Now” de “Uma noite em Miami…” – Leslie Odom Jr, Sam Ashworth
“Tigress & Tweed” de “Estados Unidos Vs Billie Holiday” – Andra Day, Raphael Saadiq

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.