Ibraim Pantanal final: relembre o que aconteceu em 1990

Personagem de Dan Stulbach entrou em Pantanal e já chamou a atenção do público em primeiras cenas.

Pouco honesto e preocupado com as aparências, Ibraim deu às caras pela primeira vez na novela Pantanal. Pai de Érica (Marcela Fetter), o político vivido por Dan Stulbach viajou com a filha para o estado de Mato Grosso do Sul a fim de resolver um problema: o bebê de Zé Lucas que está na barriga da moça. O personagem ainda promete causar e se o Ibraim Pantanal final for o mesmo de 1990 na Manchete, Zé Lucas será muito afetado pela dupla.

+Ibraim novela Pantanal 1990: quem interpretou o deputado na 1ª versão

Como foi o Ibraim Pantanal final em 1990

Em 1990, o Ibraim Pantanal final aconteceu depois que Zé Lucas topou viajar com o deputado e Érica para São Paulo, para se casarem. Nas cenas da época, Zé Lucas viveu algum tempo com a dupla no sudeste, viu de perto a profissão do sogro e até participou atividades sociais caras com pai e filha. No entanto, durante este período, Zé Lucas descobriu que a gravidez de Érica não passava de mentira, o que fez ele ir embora. Quando ele volta para a casa do pai, em Mato Grosso do Sul, Ibraim e Érica não voltam a aparecer na novela.

Porém, é necessário contar a história de Ibraim e Érica desde o começo entender como aconteceu o golpe. Primeiramente, a jornalista foi até o Pantanal para fazer uma matéria sobre o bioma e acabou conhecendo Zé Lucas. Os dois se envolveram, foram para a cama e pouco depois a moça foi embora.

Zé Lucas pensou que nunca mais veria a loira, até que ela retorna alguns capítulos mais tarde, desta vez acompanhada do pai. Ibraim insiste para que Zé Lucas se case com sua filha por conta do bebê e o peão topa. Depois de algum tempo no estado de Mato Grosso do Sul, Ibraim, Érica e Zé Lucas viajam para São Paulo. Prestes a se casar, Zé Lucas esbarra em uma revelação surpreendente: a gravidez de Érica é uma mentira.

O personagem se revolta com a situação, termina o noivado e volta para a casa do pai. A partir deste ponto da versão da Manchete, Ibraim e Érica não voltam a ver o herdeiro de Zé Leôncio e desaparecem totalmente da trama da novela.

Sendo assim, pode-se perceber que a participação do político na trama não é muito grande e o Ibraim Pantanal final não acontece no desfecho da novela, mas bem antes. Para se ter uma ideia, desde o retorno de Érica até a descoberta do golpe da barriga, se passam cerca de 30 capítulos na versão antiga. Depois disso, a novela contou com quase 60 capítulos até seus últimos momentos nas telinhas.

Possíveis mudanças no remake

É possível que o desfecho de Érica e o Ibraim Pantanal final sejam diferentes no remake da TV Globo. O que indica isso são as palavras da atriz Gisela Reimann, que foi Érica em 1990 e interpreta Ingrid em 2022, mãe da jornalista – personagem inédita, Ingrid foi escrita por Bruno Luperi especialmente para a nova produção.

Em papo com a atriz Marcela Fetter para o site oficial da Rede Globo, Gisela comentou sobre as diferenças entre as versões. A atriz frisou que os finais serão um pouco distintos um do outro e que desta vez Érica e Ibraim não irão apenas sumir da trama. Além disso, ela indicou até que a falsa gravidez pode não aparecer no remake.

“O final da Érica agora é melhor que da minha versão. A minha sumiu, fingia a gravidez, e a de 2022 é mais ‘fechadinha’, tem um final mais a ver com ela. A Érica jamais fingiria uma gravidez e o Luperi trouxe algo mais convincente com o jeito como ela é”, explicou. A famosa não deu mais detalhes para explicar qual será o andamento da trama no remake.

Família
Qual o ibraim pantanal final? Na imagem, dan que interpreta ibraim, gisela que vive ingrid e marcela fetter, atriz que interpreta érica – foto: reprodução/globo/instagram/@giselareimannoficial

Zé Lucas vai virar vereador por causa de Ibraim

Apesar de toda a confusão que Érica e Ibraim causam na vida de Zé Lucas, a convivência com a dupla não é de toda ruim para o primogênito de Zé Lucas. Isso porque o personagem acaba encontrando sua vocação. Durante o período que passou com a ex-noiva e o ex-sogro, Zé Lucas recebeu incentivos para perseguir a vida política. Ele não concordava com as abordagens de Ibraim e considerava o deputado mau-caráter e corrupto. No entanto, percebeu que tinha jeito para a coisa.

Quando retorna de São Paulo – sozinho após descobrir a falsa gravidez – ele continua interessado no assunto. Com convicções diferentes das que Ibraim tinha, e disposto a ter uma abordagem mais justa com a população, Zé Lucas decide tentar uma nova vida e carreira.

No último capítulo da trama de 1990, é revelado que Zé Lucas conseguiu se eleger vereador e por isso “mal parava em casa”. A informação é dada ao telespectador durante uma conversa do Velho do Rio com Antero/Anterinho, o filho de Irma com Trindade, que se torna enteado de Zé Lucas depois que o violeiro vai embora da fazenda de Zé Leôncio para sempre.

Leia também – Com quem Zé Lucas fica no final de Pantanal?

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.