Luísa, a Condessa de Barral, morreu de que na vida real?

Preceptora das princesas faleceu aos 74 anos, na França

Em Nos Tempos do Imperador, Luísa (Mariana Ximenes) é a preceptora das princesas Isabel (Giulia Gayoso) e Leopoldina (Bruna Griphao). Na trama, em breve, ela vai contrair cólera, mas essa não será a causa de sua morte. Na vida real, ela faleceu em 1891, depois de voltar para a França. A Condessa de Barral morreu de que?

Condessa de Barral morreu de que?

Depois de cumprir a missão de educar as princesas, Luísa voltou à França em 1865, logo após o casamento de Isabel e Leopoldina, e lá permaneceu até a sua morte. A Condessa de Barral veio a falecer em 14 de janeiro de 1891, aos 74 anos, vítima de pneumonia. Por coincidência, esse é o mesmo ano da morte de Dom Pedro II.

Luísa foi uma mulher à frente de seu tempo. Segundo Mary Del Priore, autora do livro “Condessa de Barral: A paixão do imperador”, ela era uma mulher intelectual, culta e com amplo conhecimento em muitos assuntos. Inclusive, quando seu pai tentou casá-la com um homem bem mais velho, ela se revoltou. Mais tarde, ela escolheu se casar com Eugênio por vontade própria, e não por acordos políticos como era feito na época. Os dois tiveram um filho, Dominique.

Ela também ficou conhecida pela sua proximidade com Dom Pedro II e a família imperial. Segundo historiadores, o imperador e a Condessa teriam se relacionado por cerca de 34 anos. Mesmo quando ela voltou ao seu país, os dois continuaram trocando cartas apaixonadas até o fim de suas vidas.

Aventuras-na-Historia-·-Teresa-Cristina-e-Condessa-de-Barral-conheca-as-grandes-paixoes-de-dom-Pedro-II-Google-Chrome.jpg
Luísa, a Condessa de Barral – Foto: Reprodução/Wikimedia Commons/Aventuras na História

 

Luísa em Nos Tempos do Imperador

Em Nos Tempos do Imperador, Luísa vive um romance com Dom Pedro II. Apesar da nobre ter sido a grande paixão do imperador, na trama escrita por Alessandro Marson e Thereza Falcão, o romance é mostrado um pouco mais escancarado do que realmente aconteceu na vida real.

Durante a novela, a Condessa até chegou a engravidar do amante, mas perdeu o bebê – não há indícios de que isso tenha acontecido de fato com as figuras históricas.

Nos próximos capítulos do folhetim, a epidemia de cólera chegará ao Brasil. Luísa é uma das personagens que vai contrair a doença, mas ela sobreviverá, afinal esse não foi o motivo de sua morte na vida real.

Nos Tempos do Imperador deve terminar no fim da Guerra do Paraguai, que está sendo mostrada atualmente na novela. Portanto, ainda não se sabe se a trama irá mostrar o falecimento dos personagens como aconteceram de fato.

 

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes