Relembre os atores da novela Que Rei Sou Eu que já morreram

Mais de vinte estrelas do folhetim já faleceram

Que Rei Sou Eu é uma novela exibida pela Globo em 1989, de autoria de Cassiano Gabus Mendes. O folhetim foi disponibilizado na última segunda-feira (14) na plataforma de streaming Globoplay e agora o público poderá rever a história de Pichot (Tato Gabus Mendes) e matar as saudades de parte do elenco que já se foi. Abaixo, veja quem são os atores da novela Que Rei Sou Eu que já morreram.

Atores da novela Que Rei Sou Eu que já morreram

Antônio Abujamra, intérprete de Ravengar, o conselheiro mor do rei e da rainha é um dos atores da novela Que Rei Sou Eu que já morreram. O famoso faleceu em abril de 2015, aos 82 anos, em consequência de um infarto.

Entre os principais personagens, Tereza Rachel, a Rainha Valentine, também já faleceu. Ela ficou internada devido a um quadro agudo de obstrução intestinal e morreu em abril de 2016, aos 82 anos.

Que Rei Sou Eu também já perdeu grandes nomes como Jorge Dória, o Vanoli, falecido em novembro de 2013, aos 92 anos, de complicações cardiorrespiratórias e renais; Carlos Augusto Strazzer, o Crespy Aubriet, morto aos 46 anos, em fevereiro de 1993, em decorrência de complicações respiratórias causadas pelo vírus da AIDS; e ainda Oswaldo Loureiro, conhecido por ter interpretado o Gaston Marny. O ator nos deixou em fevereiro de 2018, aos 85 anos, vítima de uma parada cardíaca.

Ravengar
Antônio abujamra, intérprete do bruxo ravengar, faleceu em 2015.

 

Além dos cinco atores, intérpretes dos personagens mais lembrados, alguns outros nomes do folhetim também faleceram nos últimos anos. São eles:

John Herbert, intérprete de Bidet, morto em janeiro de 2011, aos 81 anos, vítima de enfisema pulmonar.

Desirée Vignolli, a Denise, teve um infarto em janeiro de 2018, aos 52 anos.

Fábio Sabag, o Roger, morreu em dezembro de 2008, aos 77 anos, em decorrência de um câncer de próstata.

Laerte Morrone, o Gérard, teve complicações pulmonares após uma cirurgia na vesícula e morreu em abril de 2005, aos 72 anos.

Carlos Kroeber faleceu em junho de 1999, após ficar dois meses internado com problemas respiratórios. Ele tinha 64 anos.

Zilka Salaberry, intérprete de Gabi, morreu aos 87 anos em março de 2005, após ficar internada em decorrência de insuficiência renal, infecção urinária e desidratação aguda. Ela também tinha uma doença pulmonar crônica.

Carlos Kurt, o Ferreiro Dupont, morreu em março de 2003, aos 70 anos, em decorrência do mal de Alzheimer.

Chico Anysio, intérprete do Taji Namas, faleceu aos 80 anos, em março de 2012. Ele estava internado há três meses quando teve uma parada cardiorrespiratória, causada por falência múltipla dos órgãos.

Dercy Gonçalves viveu a Baronesa Lenilda Eknésia em Que Rei Sou Eu. Ela morreu em julho de 2008, aos 101 anos, depois de ter sido internada com um quadro de pneumonia comunitária grave, que evoluiu para insuficiência respiratória.

Older Cazarré, o Lorde Inglês, morreu precocemente aos 57 anos, em fevereiro de 1992, após ser atingido no peito por uma bala perdida que entrou em seu apartamento enquanto ele dormia.

Gianfrancesco Guarnieri, o Rei Petrus II, morreu aos 71 anos, em julho de 2006. Ele estava internado devido a uma crise renal.

Francisco Dantas, ator intérprete do personagem Barão de La Rochelle, morreu aos 89 anos em agosto de 2000, vítima de insuficiência renal crônica.

Hilda Rebello, a Aia da Rainha, faleceu em dezembro de 2019. Ela tinha 95 anos e foi vítima de insuficiência respiratória. A atriz nos deixou dois meses depois que seu filho Jorge Fernando, que também esteve na novela como o guarda do palácio, morreu vítima de uma parada cardíaca aos 64 anos.

Nildo Parente, intérprete de Richet, faleceu em fevereiro de 2011. Ele tinha 76 anos e sofreu um AVC.

Heloísa Helena, a Cocote, morreu aos 81 anos em junho de 1999.

Ítalo Rossi, o Marquês de Castilla, morreu em agosto de 2011, aos 80 anos. O ator teve complicações respiratórias.

Que Rei Sou Eu no Globoplay

A novela Que Rei sou Eu já está disponível para os assinantes do Globoplay. A história da novela começa com a morte do rei Petrus II (Gianfrancesco Guarnieri), cujo único herdeiro é o filho bastardo Jean Pierre (Edson Celulari). O reinado sofre uma grande reviravolta quando os conselheiros reais decidem entregar a coroa ao mendigo Pichot (Tato Gabus Mendes).

A novela foi escrita por Cassiano Gabus Mendes e exibida no horário das 19h entre fevereiro e setembro de 1989. Jorge Fernando foi o diretor da trama, que tem 185 capítulos. Natália do Vale, Marieta Severo, Cláudia Abreu, Tereza Raquel, Dercy Gonçalves e Vera Holtz são alguns outros nomes presentes no elenco.

Para assistir, é necessário ter um dos planos pagos para da plataforma. Os assinantes podem procurar pelo folhetim na aba de novelas ou digitar o nome da trama na aba na busca.

+ Estreias de março 2022 do Globoplay tem novelas portuguesas e mais

 

Você pode gostar também