Saiba quanto custa um comercial no Jornal Nacional

Veja os valores para anunciar na TV Globo e saiba quanto custa um espaço durante o Jornal Nacional.

O Jornal Nacional, telejornal mais assistido do Brasil, tem o comercial mais caro da TV brasileira. Isso porque, a Globo atualizou os valores de seus espaços comerciais e colocou o informativo no topo de valorização para 2021. Para anunciar sua marca por 30 segundos no intervalo da atração, é preciso desembolsar R$ 852.000, cerca de R$ 4,5 mil a mais que em 2020. As informações são de acordo com o painel de valores da Globosat.

De acordo com a Veja São Paulo, em edição do dia 5 de janeiro de 2021, o aumento na tabela de preços da Globo surge após o Jornal Nacional criticar a postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em meio à pandemia de Covid-19 e a alta dos números de mortes e internações no Brasil. Para a crítica, a emissora abriu um editorial gigantesco com falas longas dos âncoras William Bonner e Renata Vasconcellos.

Mas o anunciante que deseja economizar no bolso não foi esquecido pela emissora carioca. Eles podem recorrer aos comerciais de apenas 6 segundos que custam 341.000. O valor é válido de segunda a sexta-feira para filmes publicitários curtos e objetivos.

Os valores podem ser consultados em https://portalglobosat.force.com/pricelist.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Comercial no Jornal Nacional

Não apenas essas duas modalidades, mas a Globo disponibilizou o ‘break exclusivo’, que é o intervalo entre a primeira aparição dos apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos e o início do telejornal, quando a emissora exibe uma peça publicitária solo e destacada.

As marcas que se interessarem em adquirir o ‘break exclusivo’ precisam desembolsar R$ 1,3 milhão. Os valores foram fixados em tabela de preços para 2021.

Outros telejornais da Globo

Em questão de jornalismo, a Globo segue valorizando seus principais produtos que são lideres de audiência em seus respectivos horários de exibição. No Fantástico, apresentado por Poliana Abritta e Tadeu Schmidt, por exemplo, a emissora carioca cobra das marcas 1,05 milhão por 30 segundos nos intervalos comerciais aos domingos.

No Hora Um, telejornal matinal exibido a partir das 4h da manhã de segunda a sexta-feira, e apresentado pelo jornalista Roberto Kovalick, a Globo cobra o valor mais em conta: R$ 34.100.

Fonte: Veja São Paulo/Globosat

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes