Grammy 2021: The Weeknd e outros 19 esnobados pelo prêmio

A nomeação anual dos indicados ao Grammy sempre rende diversas polêmicas e críticas por parte de artistas, fãs e da crítica especializada. Como não poderia ser diferente este ano, diversos artistas que tinham tudo para ganhar o prêmio (ou pelo menos serem indicados) foram esnobados pelo Grammy 2021 e repercutiram na internet. Talvez o principal nome deixado de lado seja The Weeknd, responsável por uma das melhores músicas de 2020.

A nomeação anual dos indicados ao Grammy sempre rende diversas polêmicas e críticas por parte de artistas, fãs e da crítica especializada. Como não poderia ser diferente este ano, diversos artistas que tinham tudo para ganhar o prêmio (ou pelo menos serem indicados) foram esnobados pelo Grammy 2021 e repercutiram na internet. Talvez o principal nome deixado de lado seja The Weeknd, responsável por uma das melhores músicas de 2020.

Confira abaixo uma lista com The Weeknd e outros 19 artistas com álbuns esnobados pelo Grammy 2021

The Weeknd – After Hours

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Certamente, The Weeknd repercutiu mais do que qualquer outro artista após a divulgação da lista de indicados do Grammy. No começo do ano, o cantor lançou seu disco After Hours sob aclamação crítica; inclusive, o álbum chegou ao topo da parada de 22 países. Sobre a esnobada da premiação, o cantor comentou: “O Grammy continua corrupto. Vocês devem transparência a mim.”

Rina Sawayama – SAWAYAMA – esnobados pelo Grammy 2021

SAWAYAMA é apenas o primeiro disco da cantora Rina Sawayama, mas foi um dos álbuns que mais repercutiu no exterior; a revista NME deu ao trabalho a nota máxima de 5 estrelas. O disco dançante poderia facilmente ter sido indicado à categoria de Melhor Álbum Dance/Eletrônico, pois sua sonoridade é extremamente relevante e inovadora dentro do gênero.

Ozzy Osbourne – Ordinary Man

Depois que saiu do Black Sabbath em 1979, Ozzy Osbourne lançou bons discos solo, mas talvez nenhum tão honesto quanto Ordinary Man. O madman não lançava nada há quase 10 anos e passou por sérios problemas de saúde. Porém isso não o impediu de fazer um dos melhores discos de rock do ano. Embora o músico tenha sido esnobado pelo Grammy 2021, o produtor responsável pelo disco, Andrew Watt, recebeu a indicação de Produtor do Ano.

Four Tet – Sixteen Oceans – esnobados pelo Grammy 2021

Four Tet é um nome antigo para quem gosta de explorar um lado mais alternativo da música eletrônica, porém seu novo disco mostra que ele continua relevante. O single Baby conta com vocais sampleados da cantora Ellie Goulding e merecia a indicação de Melhor Gravação Dance/Eletrônica no Grammy 2021.

Morrissey – I Am Not a Dog On A Chain

Outro veterano da música, Morrissey teve uma carreira muito instável após o fim da banda The Smiths; grande parte dessa instabilidade foi causada por falas polêmicas e seu relaciomento com ideais de direita. Contudo, I Am Not a Dog On A Chain é um de seus álbuns mais fortes dos anos 2000. Ele não renovou a sonoridade desenvolvida pelo artista na década de 1980, mas possui uma boa performance vocal e é divertido. 

FKA Twigs – Magdalene – esnobados pelo Grammy 2021

Magdalene foi lançado em novembro de 2019, mas poderia (pelos critérios estabelecidos) ter recebido a indicação de Melhor Álbum Pop. FKA Twigs é uma das cantoras mais inovadoras e hipnotizantes do atual cenário musical, mas foi uma das esnobadas pelo Grammy 2021

Perfume Genius – Set My Heart on Fire Immediately

Além de possuir uma ótima voz, Perfume Genius (alcunha artística de Michael Hadreas) é um ótimo produtor. Seu disco Set My Heart on Fire Immediately soa muito bem e possui ótimas letras. Certamente, era uma opção válida para Melhor Álbum de Música Alternativa.  

Car Seat Headrest – Making a  Door Less Open – esnobados pelo Grammy 2021

Car Seat Headrest é uma banda alternativa que conseguiu crescer muito em pouco tempo de carreira. Um dos principais receios com um disco novo do grupo era que o som se tornasse batido, afinal os dois álbuns anteriores soavam parecidos, mas a banda renovou seu som completamente. Por isso, Making a Door Less Open poderia ter recebido nomeações ao Grammy 2021 como Melhor Álbum de Rock ou Melhor Álbum Alternativo.

The 1975 – Notes on a Conditional Form

Dentro do cenário atual da música pop, o grupo The 1975 é um dos mais inovadores. Além de produzir álbuns conceituais que misturam gêneros como rock, pop e dance, é uma banda com ótimos compositores e letrista. Notes on a Conditional Form foi adiado algumas vezes, mas teve seu lançamento dentro do período exigido pela Academia de Gravação. Sua indicação ao Grammy 2021 teria sido uma surpresa agradável.

The Lemon Twigs – Songs for the General Public – esnobados pelo Grammy 2021

The Lemon Twigs é uma das poucas bandas que recicla ideias do rock setentista sem soar chata ou repetitiva. Seu disco Song for the General Public é extremamente agradável e possui ótimas composições. A indicação de uma de suas músicas ao Grammy 2021 poderia dar mais sentido à categoria Melhor Música de Rock.

Moses Sumney – Græ

Classificar o som de Moses Sumney é uma tarefa quase impossível, mas seu ótimo disco Græ não deveria ter sido esnobado pelo Grammy 2021. A voz de Sumney é diferente de qualquer uma no mercado da música. Certamente, era possível indicá-lo ao prêmio de Melhor Performance R&B ou Melhor Álbum de Música Alternativa.

Caribou – Suddenly – esnobados pelo Grammy 2021

Lançado no comecinho do ano, Suddenly é um ótimo disco para quem gosta de música eletrônica. Caribou consegue trazer um quê orgânico ao gênero musical dominado por produções que podem soar sem emoção. O single Home poderia ter sido indicado ao prêmio de Melhor Gravação Dance.

Soundwalk Collective e Patti Smith – Peradam

A categoria de álbuns Spoken Word (palavra falada) não é muito valorizada pela imprensa, mas ela poderia ter recebido melhores indicações. Um exemplo é o álbum Peradam, parceria do grupo Soundwalk Collective com a veterana Patti Smith. O disco é uma verdadeira viagem sonora, porém a força dele vem das letras poéticas escritas por Smith. 

Norah Jones – Pick Me Up Off the Floor – esnobados pelo Grammy 2021

Talvez uma das piores esnobadas do Grammy 2021 tenha sido para Norah Jones. A cantora lançou em 2020 o belo Pick Me Up Off the Floor, considerado um dos maiores pontos altos da cantora. Sem dúvidas, Jones merecia a indicação ao prêmio de Melhor Álbum Vocal de Jazz, afinal ela renova o estilo em seu disco.

Hayley Williams – Petals For Armor

A cantora Hayley Williams é reconhecida como a excelente frontwoman da banda Paramore, mas seu debute solo prova que ela vai além disso. Petals For Armor é mostra o amadurecimento dela como cantora e compositora. Foi extremamente bem recebido pela crítica especializada, mas esnobado pelo Grammy em 2021. 

Princess Nokia – Everything is Beautiful/ Everything Sucks – esnobados pelo Grammy 2021

Uma das principais críticas às indicações do Grammy foi a falta de mulheres na categoria de Melhor Álbum de Rap. Certamente, a Academia de Gravação possuía muitas opções e uma delas é a rapper Princess Nokia. Ainda construindo sua fama, ela lançou dois álbuns extremamente diferentes no mesmo dia. Ambos os lançamentos mostram uma rapper versátil e que deve crescer muito ainda.

Kelly Lee Owens – Inner Song

Outra ótima recomendação para Melhor Álbum Dance/Eletrônico é o incrível Inner Song de Kelly Lee Owens. Além de produzir seus próprios sons, a DJ galesa possui uma bela voz. É um disco genuíno e longe de quaisquer clichês do gênero, pois suas letras não são fúteis e discutem temas relevantes para a artista.

Jehnny Beth – To Live is To Love – esnobados pelo Grammy 2021

Embora seja compreendida como uma rockeira, Jehnny Beth provou em seu novo disco que vai muito além disso. To Live is To Love é recheado de canções diferentes entre si, mas que debatem temas relevantes para a cantora.

Bob Dylan – Rough and Rowdy Ways

Rough and Rowdy Ways é o melhor disco de Bob Dylan em muitos anos. Após aventurar-se se lançando apenas discos fazendo cover de clássicos americanos, o lendário músico mostrou que ainda tem fôlego para escrever ótimas (e longas) letras. O disco não rendeu nada no Grammy, mas o próprio Dylan nem deve fazer tanta questão assim; quem precisa de mais um Grammy depois de ganhar Oscar, Nobel e até um Pulitzer?

Mac Miller – Circles – esnobados pelo Grammy 2021

Infelizmente, Mac Miller morreu em 2018. Contudo, as gravações de seu último disco Swimming renderam músicas suficientes para mais um álbum. Circles recebeu críticas muito positivas. Tanto as letras quanto a performance de Mac Miller na produção comprovam que ele estava se tornando um dos melhores rappers da atualidade. Decerto, a indicação de Circles como Melhor Álbum de Rap era merecida (e seria uma bela homenagem ao legado de Miller).

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes