Músicas vacina: veja as canções ideais para imunizar contra a Covid-19

As músicas vacina caíram no gosto dos brasileiros para celebrar a aprovação das vacinas contra a Covid-19 no país.

As músicas vacina se tornaram hits entre os brasileiros. E são perfeitas para celebrar a aprovação de vacinas contra a Covid-19 no país, ocorrida na segunda-feira (18). Assim, as canções animadas tomaram conta das playlists e plataformas digitais.

O sucesso “Bum Bum Tan Tan”, do funkeiro MC Fioti, já é considerado o hino informal da vacina. E ganhou este apelido devido à alusão ao nome do Instituto Butantan, em São Paulo, que desenvolveu os testes da vacina chinesa Sinovac.

E o sucesso foi tão grande que MC Fioti regravou o hit, a convite do próprio governador de São Paulo, João Dória. Portanto, na última sexta-feira (15), o novo vídeo clipe da música, Vacina Butan Tan,  ganhou cenas dentro do Instituto.

Bum bum Tam Tam foi uma das músicas mais tocadas em 2017 no Brasil. Foram mais de 500 milhões de visualizações no YouTube, com direito a versão em inglês e espanhol. E o mais curioso é que ela uma um sample de flauta de Johann Sebastian Bach.

Mas não foi apenas esse o grande hit que celebra a chegada da vacina. Como o brasileiro tem grande criatividade musical, outras canções também embalam este esperado momento. Veja a seguir uma lista com as melhores músicas vacina, para você já entrar no clima da imunização contra o corona vírus.

Músicas Vacina: veja as melhores

Vamos Vacinar – Manoel Gomes

O cantor maranhense Manoel Gomes conquistou o Brasil em 2020 com o seu hit “Caneta Azul”. Mas agora ele aproveitou o momento de espera da vacina no país e lançou “Vamos Vacinar”. A música tem uma mensagem positiva, para estimular as pessoas se imunizarem contra a Covid-19.

E assim, o sucesso também viralizou na internet. “Ano novo, hit novo. O hit da Vacina chegou abrindo 2021 com chave de ouro. Agora o Covid vai embora”, disse Manoel em suas redes sociais.

Paródia Bum Bum Tan tan – Martina Fröhlich e Amanda Gabana

Antes mesmo da divulgação das vacinas aprovadas no país, a atriz gaúcha Martina Fröhlich, se juntou com a ex-namorada, a também gaúcha Amanda Gabana, para criar uma paródia de Bum Bum Tan Tan. Em um vídeo lançado no domingo (17) a dupla mostra bastante humor com a temática.

A música Bu Tan Tan teve um vídeo publicado no Instagram. O trabalho teve mais de 15 mil visualizações em apenas dois dias. Ambas apresentam uma nova letra para o sucesso do artista.

Por exemplo, no lugar da introdução “é a flauta envolvente que mexe com a mente de quem tá presente”, elas entoam “a vacina envolvente que mexe com a mente de quem tava descrente”.

Pico – Chico César

O cantor e compositor Chico César lançou ainda em dezembro de 2020 a canção ‘Pico’, uma marchinha que fala sobre a vacina do Covid-19.  Em vídeo publicado no Instagram do artista falou que se inspirou no assunto que domina as manchetes do mundo.

Apesar de a marchinha ter um ritmo alegre e conquistar de cara o ouvinte, Chico César trata da vacina com a seriedade exigida pelo tema. Contudo, sem perder a leveza espirituosa típica do gênero musical carnavalesco.

Mas não foi a primeira vez que o músico faz trabalhos relacionados à pandemia. Ao longo de 2020 ele vem apresentando as canções em registros caseiros feitos em vídeos publicados nas redes sociais do artista.

Em abril, Chico César  apresentou Se essa praga morresse, canção feita sob o impacto do isolamento social. Já em  maio, ele lembrou e representou as vítimas fatais do covid-19  na música Inumeráveis.

Outras músicas vacina

Mas há outras canções que tem a temática da vacina, mas não necessariamente sobre a imunização contra a Covid-19. Em 1991, o cantor Amado Batista lançou a canção “Vacina”. A letra é baseada em uma criança afetada pela poliomielite, a qual é paraplégica e discorre sobre o esquecimento dos seus pais em vaciná-la.

Voltando mais na linha do tempo, em 1970 o músico Tom Zé  lançava o seu segundo álbum, com a música o “O Riso e a Faca”. Investindo em letras paradoxas,  Tom dispara na canção:. “Eu sou a raiva e a vacina”.

Já na música “Gripe do Amor” lançada em 2003 por Rita Lee e Roberto de Carvalho, no álbum “Balacobaco”, a faixa é um  rock que logo na abertura diz: “Não há vacina/ Nem vitamina/ Pega só de olhar/ Não tem benzedeira/ Chá de erva cidreira/ Capaz de curar…”.

E por fim, vamos de samba, com Zeca Pagodinho.  Em 2015, o cantor protagonizou uma dobradinha com Moisés, um dos autores. “Pro samba não tem vacina”, afirma um de seus versos de “Samba é Saúde.

Músicas vacina meme
Imagem: reprodução/twitter

Memes

E claro que além da música, não podiam faltar os memes queridos pelos brasileiros. Inclusive quem também entrou na brincadeira foi o grupo musical baiano Olodum. Fazendo uma adaptação da sua tradicional canção “Nossa Gente”, ou para o bom baiano, “Avisa Lá”.

Mas outras brincadeiras também surgira, como a comparação das vacinas com a apuração do Carnaval, ou de pessoas se transformarem em jacarés, em alusão à declaração do presidente Jair Bolsonaro.

Músicas vacina memes
Imagem> reprodução/twitter

Portanto, as músicas vacina são uma ótima forma de comemorar a chegada da imunização ao país. Que muito mais do que uma vacina, representa a esperança de que dias melhores se iniciam.

Músicas vacina meme jacaré
Imagem: reprodução/twitter
Você pode gostar também