Casamento intimista: o que é, dicas de como organizar e quem convidar

A ideia é perfeita para os casais que procuram uma celebração só para eles. Conheça o que é e dicas de como organizar e quem convidar.

Uma cerimônia a dois com muita intimidade e quase secreta ou com poucos convidados. Essa é a definição do casamento intimista ou casamento a dois, conceito conhecido no exterior como Elopement Wedding.

Assim, se você não quer lidar com tantas preocupações para organizar uma super celebração, o casamento intimista pode ser a melhor opção. A seguir, conheça mais sobre o conceito, como organizar, quem convidar e dicas de lugares, decoração e vestido.

 

O que é o casamento intimista

Definição do casamento intimista
Trilha sonora eventos (reprodução / instagram)

 

O Elopement Wedding é um estilo de casamento que muitos casais de outros países escolhem para celebrar a união a sós ou com pouquíssimos convidados. Como você sabe, a palavra Wedding significa casamento em inglês, já Elopement vem do verbo “To Elope”, que traduzindo para o português é fugir e nunca mais voltar ao seu ponto de origem.

Nesse caso, a expressão surgiu há muito tempo atrás, em 1300, quando a palavra Elope se referia às mulheres que fugiam do matrimônio para se casarem escondidas com seus amantes. Mas depois de 1800, o termo recebeu esse significado que conhecemos hoje.

Geralmente, o casamento intimista é feito de forma repentina, sem convidados e apenas com a presença do casal, de um fotógrafo ou uma pessoa que abençoará a união. No entanto, há casais que optam por realizar uma celebração com um número limitado de pessoas, sendo aquelas mais próximas como os pais e amigos íntimos.

 

As vantagens do Elopement Wedding em tempos de pandemia

Como organizar elopement wedding
Calderaro fotografia (reprodução / unplash)

 

A pandemia de covid-19 adiou o plano de muitos casais que sonhavam com um casamento super produzido e cheio de convidados. Diante disso, o casamento a dois passou a ser uma tendência e uma alternativa para os pombinhos apaixonados que não abrem mão da comunhão.

Contudo, saiba que esse estilo de casamento vai além das circunstâncias causadas pela pandemia. Acima de tudo, o Elopement Wedding contempla o gosto e o desejo do casal, que opta por viver esse momento a dois de uma forma pessoal, intensa e profunda.

Além disso, o casamento intimista possui outras vantagens como:

 

1. Economia no bolso e praticidade

Sem dúvida, as pessoas estão acostumadas aos casamentos com uma megaprodução, buffet, lista infinita de convidados e regras de vestimenta para os noivos, madrinhas e padrinhos. Essas preocupações tiram o sono de qualquer casal. Porém, o mesmo não acontece com o casamento intimista, já os gastos e o checklist são bem menores.

Por exemplo, o casal terá apenas que escolher o local da cerimônia, foto e filmagem, vestido de noiva e o traje do noivo, além de ter a chance fazer a própria decoração e colocar amor nos pequenos detalhes.

2. Celebração no mesmo lugar da lua de mel

O casamento intimista possibilita também aos noivos juntar a celebração e a lua de mel em um só lugar. Ou seja, você pode realizar a cerimônia em uma praia paradisíaca no Brasil ou no destino dos sonhos, como as Maldivas.

É claro que essa opção não fica barata e às vezes representa o valor de um casamento grande. Porém, é uma maneira de juntar a fome com a vontade de comer.

 

Como organizar um casamento intimista

Quem convidar no casamento intimista
Calderaro fotografia (reprodução / instagram)

 

Assim como um casamento tradicional, o Elopement Wedding também exige planejamento e organização dos noivos. Uma vez que a escolha do local precisa ser feita com antecedência, assim como a decisão de ter ou não convidados.

Logo, é bom o casal resolver em comum acordo detalhes que fazem toda a diferença para uma celebração especial e única. Veja abaixo:

 

Escolha do local

Praia, casa no campo, montanha, igreja, restaurantes, hotéis, fazenda, bistrô, residências antigas e até mesmo no quintal da sua casa. O casamento intimista apresenta uma infinidade de lugares para ser celebrado e ainda não acompanha aquelas perguntas típicas “Será que vai caber os convidados?”, “Vai ficar vazio ou apertado?”, “Onde será a mesa da família?”.

Por isso, a dica é deixar a imaginação ir além e escolher com planejamento aquele lugar especial para vocês dois.

Lista de convidados no casamento intimista

Como falamos acima, o Elopement Wedding tem um número limitado de convidados ou praticamente nenhum. Sendo assim, essa escolha vai de casal para casal, já que alguns fazem questão de ter a presença dos pais ou de amigos íntimos.

Não existe uma regra definida sobre a quantidade, que geralmente tem o máximo de dez pessoas. Cabe ressaltar, no entanto, que o ideal é priorizar os amigos e familiares próximos, que fazem realmente parte da sua vida.

 

Decoração

Dependendo do lugar escolhido para o casamento a dois, não é preciso nem se preocupar com os detalhes da decoração. Afinal, uma cerimônia durante o pôr do sol ou numa praia paradisíaca são suficientes para deixar o ambiente todo especial.

Contudo, você pode dar o seu toque especial em cada pedacinho, como decorar o local com flores, velas e elementos que carregam algum valor sentimental para o casal (livros, retratos, relógios etc).

 

Foto e filmagem no elopement wedding

Para registrar esse momento de muito significado, a dica é investir na contratação de foto e/ou filmagem. No mercado de casamentos há uma opção infinita de profissionais especializados em eternizar o elopement wedding com emoção e intimidade. Então, não deixe esse investimento de fora da lista.

 

Vestido e traje do noivo

Vamos combinar que a escolha do vestido e traje do noivo é uma tarefa difícil. Principalmente para a noiva que se vê no dilema entre aliar o seu gosto pessoal e o que os convidados vão achar da escolha do vestido.

Então, se você não quer passar por isso, o casamento intimista permite a tentadora liberdade de usar o vestido ou o traje de noivo que quiser, sem medo de julgamentos. Ou seja, se permita ser a noiva de tênis que sempre sonhou com um vestido simples e maquiagem leve. E, para os noivos, um look informal e despojado é também uma opção.

 

Casamento intimista: pode ter festa e celebrante?

Por fim, fica à escolha do casal optar por uma festa pequena e informal após o casamento ou no retorno da lua de mel. Além disso, o casamento intimista não impede a escolha dos padrinhos (mesmo se eles não acompanharem esse momento) e nem mesmo o celebrante de casamento, seja qual for a sua religião.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.