Dólar cai nessa sexta, mas fecha outubro com alta de 2,13%

Dólar encerrou o mercado desta sexta em queda de 0,49%, sendo cotado a R$ 5,7379

O dólar fechou o dia em queda de 0,49% nesta sexta-feira, dia 30 de outubro. Mas os últimos dias foram de alta e a moeda subiu 2,13% no acumulado do mês.

Qual o motivo da alta do dólar?

Hoje havia as preocupações com a dívida pública e os olhares do mundo para a nova onda de lockdowns na Europa. Isso pode afetar seriamente as possibilidades de recuperação da economia global.

Na máxima desta sexta-feira, o dólar chegou a R$ 5,8080, maior valor desde maio. Na mínima, chegou a R$ 5,7228.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O euro fechou o dia a R$ 6,6823, queda de -0,73%.

No acumulado do mês, a moeda norte-americana fechou com alta de 2,13%. Ao olhar o ano, a situação é ainda mais catastrófica: alta de 43,10%.

Mais economia: Desemprego no Brasil atinge 13,8 milhões de pessoas em 2020

O Banco Central ainda tentou controlar a disparada do dólar no início desta sexta, com o segundo leilão de moeda à vista em três dias. Foram vendidos US$ 787 milhões.

Com isso, a Bovespa registrou o pior fechamento desde 29 de setembro, caindo 2,72%, aos 93.952 pontos.

No pregão de hoje, destaque positivo para ações da Telefônica Brasil (VIVT4), com alta de 0,93%, IRB Brasil (IRBR3) com alta de 0,49% e Rumo (RAIL3) com alta de 0,05%. O pior desempenho do dia ficou para Via Varejo (VVAR3) com -5,97%, Hering (HGTX3) com -6,8% e B2W Digital (BTOW3) com -8,97%.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes