Dólar cai nessa sexta, mas fecha outubro com alta de 2,13%

Dólar encerrou o mercado desta sexta em queda de 0,49%, sendo cotado a R$ 5,7379

O dólar fechou o dia em queda de 0,49% nesta sexta-feira, dia 30 de outubro. Mas os últimos dias foram de alta e a moeda subiu 2,13% no acumulado do mês.

Qual o motivo da alta do dólar?

Hoje havia as preocupações com a dívida pública e os olhares do mundo para a nova onda de lockdowns na Europa. Isso pode afetar seriamente as possibilidades de recuperação da economia global.

Na máxima desta sexta-feira, o dólar chegou a R$ 5,8080, maior valor desde maio. Na mínima, chegou a R$ 5,7228.

O euro fechou o dia a R$ 6,6823, queda de -0,73%.

No acumulado do mês, a moeda norte-americana fechou com alta de 2,13%. Ao olhar o ano, a situação é ainda mais catastrófica: alta de 43,10%.

Mais economia: Desemprego no Brasil atinge 13,8 milhões de pessoas em 2020

O Banco Central ainda tentou controlar a disparada do dólar no início desta sexta, com o segundo leilão de moeda à vista em três dias. Foram vendidos US$ 787 milhões.

Com isso, a Bovespa registrou o pior fechamento desde 29 de setembro, caindo 2,72%, aos 93.952 pontos.

No pregão de hoje, destaque positivo para ações da Telefônica Brasil (VIVT4), com alta de 0,93%, IRB Brasil (IRBR3) com alta de 0,49% e Rumo (RAIL3) com alta de 0,05%. O pior desempenho do dia ficou para Via Varejo (VVAR3) com -5,97%, Hering (HGTX3) com -6,8% e B2W Digital (BTOW3) com -8,97%.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes