21 histórias de pessoas pobres que ficaram milionárias

Lista conta a história de pessoas ao redor do mundo e é um respiro para você se inspirar.

Nem todas as pessoas ricas já nasceram em berço de ouro. Muitos deles, inclusive, cresceram em famílias humildes e em realidades hostis, mas venceram os obstáculos da vida e hoje acumulam grandes fortunas. Então, conheça a história de 21 pessoas pobres que ficaram milionárias.

Halle Berry – pessoas pobres que ficaram milionárias 

Foto da atriz Halle Berry em matéria sobre pessoas pobres que ficaram ricas
Foto: reprodução

Anos antes de ser premiada com o Oscar, a atriz Halle Berry dormia em um abrigo para moradores de rua. Para tentar sobreviver em Hollywood, a estrela optou por moradias mais baratas. Ela diz, no entanto, que sua luta durante o início de sua carreira de atriz a tornaram mais forte.

Em uma entrevista para a People, Berry disse: “Isso me ensinou como cuidar de mim mesma e que eu poderia viver em qualquer situação, mesmo que isso significasse ir para um abrigo por um pequeno período.”

Halle Berry agora tem um patrimônio líquido declarado entre 70 e 80 milhões de dólares.

Sarah Jessica Parker

Foto da atriz Sarah Jessica Parker em matéria sobre pessoas pobres que ficaram ricas
Foto: reprodução

- PUBLICIDADE -

Muito antes de conseguir o icônico papel da escritora nova-iorquina Carrie Bradshaw, na série “Sex and the City”, da HBO, Sarah Jessica Parker vivia com seus nove irmãos e seus pais na pequena cidade de Nelsonville, Ohio.

Em entrevista para a Finances Online, a atriz revelou que seus familiares raramente comemorava aniversários, feriados ou outras ocasiões familiares. E em alguns momentos, a família não tinha dinheiro para pagar a eletricidade ou a conta de telefone.

Sarah Jessica Parker conseguiu seu primeiro papel na Broadway aos 11 anos, e logo depois se mudou para Hollywood, em 1981, para aparecer no programa de TV “Square Pegs”. Ela também tem vários títulos de filmes em seu currículo.

Dolly Parton

Foto da cantora Dolly Parton em matéria sobre pessoas pobres que ficaram ricas
Foto: reprodução

O ícone country Dolly Parton foi a 4ª de 12 filhos de uma família pobre da área rural de Apalaches, no Tennessee. Seus pais, Robert Lee e Avie Lee Owens, lutaram para sustentar a grande família.

Lee era um produtor de tabaco e um trabalhador da construção civil que nunca aprendeu a ler ou escrever depois de deixar a escola ainda jovem. A mãe de Parton era filha de um pregador que dedicou sua vida a criar seus filhos.

Apesar de suas origens humildes, Parton cresceu cercada por músicos que encorajaram suas ambições. Aos dez anos, a cantora ganhou do seu tio, Bill Owens, seu primeiro show no “The Cas Walker Show” em Knoxville, Tennessee.

- PUBLICIDADE -

Dolly Parton está no show business há seis décadas, teve inúmeros singles de sucesso e ganhou nove Grammys. Segundo a Forbes, seu patrimônio líquido era de 37 milhões de dólares em 2017, mas a cantora é definitivamente generosa com seu dinheiro. Parton recentemente doou 1 milhão de dólares para ajudar a financiar uma possível vacina contra a COVID-19.

Foto do cantor Ed Sheeran em matéria sobre pessoas pobres que ficaram ricas
Foto: reprodução

Ed Sheeran

Ed Sheeran é, atualmente, um dos maiores nomes da música pop, mas antes da fama, o cantor costumava passar as noites dormindo em estações do metrô de Londres ou em cima de saídas de aquecimento.

“Havia um arco do lado de fora do Palácio de Buckingham que tinha um duto de aquecimento e eu passei algumas noites lá. Foi onde escrevi a música ‘Homeless”, escreveu Sheeran em seu livro,“Uma Jornada Visual”, de 2015.

Um dos seus primeiros singles de sucesso, “The A Team” foi dedicado a um garota de programa viciada em drogas chamada Angel, que o cantor conheceu durante um apresentação em um abrigo para moradores de rua. Sheeran agora canta em estádios do mundo inteiro e tem um patrimônio líquido de 64 milhões.

 

Foto do ator Leonardo DiCaprio em matéria sobre pessoas pobres que ficaram ric
Foto: reprodução

Leonardo DiCaprio

- PUBLICIDADE -

Antes do ator Leonardo DiCaprio se tornar um dos maiores nomes de Hollywood, com sucessos de bilheteria como “Titanic”, “The Revenant” e “O Lobo de Wall Street”, ele era um garoto pobre que cresceu nos arredores de Los Angeles, nos Estados Unidos.

O ator afirma que viu grande pobreza, uso de drogas e violência quando jovem, o que agora lhe permite retratar o lado mais sombrio da humanidade em seus filmes.

Após a reação negativa por seu papel em “O Lobo de Wall Street”, que os críticos afirmam que glamoriza o uso de drogas, a prostituição e outros atos “amorais”, DiCaprio defendeu o papel comparando-o com sua própria infância.

Em uma entrevista ao The Times, ele disse: “Quem sou eu para falar sobre isso? Isso remonta àquele bairro. Vem do fato de que cresci muito pobre e pude ver o outro lado do espectro.”

- PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes