Coronavírus pode não ter surgido na China, dizem cientistas

De acordo uma equipe da Academia Chinesa de Ciências, o vírus provavelmente se originou na Índia no verão de 2019. Contudo, outros cientistas contestam o estudo.

Segundo os cientistas chineses, o coronavírus pode não ter surgido na China.

Atualmente, desde os primeiros casos, a pandemia sempre esteve ligada ao país. No entanto, os cientistas querem provar o contrário.

De acordo uma equipe da Academia Chinesa de Ciências, o vírus provavelmente se originou na Índia no verão de 2019. Ele passou de animais para humanos por meio da água contaminada – antes de viajar despercebido para Wuhan, onde foi detectado pela primeira vez.

Mas David Robertson, um especialista da Universidade de Glasgow, chamou o artigo de “muito falho” e concluiu que “ele não acrescenta nada ao nosso entendimento do coronavírus”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Esta não é a primeira vez que as autoridades chinesas apontam o dedo e culpam outros países pelo vírus. Afinal, eles já sugeriram, em grande parte sem evidências, que tanto a Itália quanto os EUA podem ser o local de origem do coronavírus.

 

coronavírus pode não ter surgido na China
Imagem: Reprodução / Pixabay

Coronavírus pode não ter surgido na China

A Organização Mundial de Saúde (OMS) está atualmente procurando pela origem do coronavírus na China. Pois, o corpo de evidências científicas sugere que a doença se originou lá. 

Assim, a OMS, sob pressão por causa de sua própria resposta à pandemia, enviou uma equipe de dez pessoas à China para investigar.

Embora a equipe admita ser possível que o vírus tenha uma outra origem, as pesquisas iniciais  tem como foco o território chinês.

Contudo, a agência da ONU tentou moderar as expectativas antes da investigação. Eles alertam que rastrear qualquer novo patógeno é um ‘enigma que pode levar anos para se ter uma resolução’.

Demorou mais de um ano para os cientistas provarem o MERS, outro coronavírus, que tem como origem os camelos na Arábia Saudita. Bem como levou ainda mais tempo para rastrear o SARS que se originara de morcegos em uma caverna no sul da China.

O artigo chinês também teve sua publicação feita um pouco antes da OMS divulgar os detalhes dos cientistas que lideraram a investigação na China.

Informar Erro
Fonte Daily Mail

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes