Transmissão do Coronavírus na Índia é a mais rápida do mundo

O ritmo com que a doença se espalha ao redor do país tem acelerado nas últimas semanas. Índia já é a terceira no ranking de casos confirmados.

A velocidade de transmissão do Coronavírus na Índia aumentou vertiginosamente nas últimas semanas. De acordo com a agência Bloomberg, a epidemia no país é agora a que mais cresce no mundo.

Na semana passada, um estudo feito em Nova Déli apontou que mais de 4 milhões de pessoas já foram expostas ao vírus somente na capital. Ao mesmo tempo, o reporte de casos de Covid-19 na Índia como um todo aumentou 20%.

No total, já são mais de 1,4 milhão de infectados no país asiático, conforme indica a plataforma Coronavirus Tracker, da Bloomberg. O número de mortes, nesta segunda-feira (27), chegou a 32.771.

Além disso, na segunda-feira os casos registrados de Covid-19 na Índia quase bateram um recorde: foram 50 mil novas infecções diárias.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Como resultado, o país é agora o terceiro no ranking de casos confirmados. Em primeiro lugar seguem os Estados Unidos, com 4,2 milhões de pessoas infectadas pelo Coronavírus. Logo depois vem o Brasil, que tem mais de 2,4 milhões.

 

O avanço da transmissão de Coronavírus na Índia

covid-19 na Índia
ⓒSanjay Kanojia/AFP Via Getty Images

Recentemente, os estados indianos de Maharashtra, Tamil Nadu, Andhra Pradesh e Karnataka são os que têm relatado o maior número de ocorrências.

Em uma tentativa de controlar a situação e, principalmente, frear o contágio acelerado, o Conselho Indiano de Pesquisa Médica informou que o país vem aumentando o acesso da população aos testes.

No domingo (26), por exemplo, foram realizadas cerca de 515 mil amostras. Ainda assim, a taxa de exames de Covid-19 na Índia é considerada uma das mais baixas do mundo. São apenas 11,8 testes por cada mil pessoas. Vale dizer que o Brasil não está muito longe disso: 11,93 testes por mil pessoas.

Por outro lado, os EUA têm uma taxa de 152,98 testes por mil e a Rússia, 184,34, segundo dados do Our World in Data, projeto da Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes