Entenda por que filho de Harry e Meghan não pode ser príncipe

Após a entrevista reveladora de Meghan Markle e príncipe Harry à Oprah Winfrey, o assunto envolvendo o pequeno Archie, primeiro filho do casal, cresceu na mídia. Entenda as questões que permeiam o assunto: racismo e tradição monarca.

A recente entrevista concedida pelo príncipe Harry e Meghan Markle à Oprah Winfrey, exibida no último domingo (07/03/2021), respondeu a milhares de dúvidas de curiosos de plantão. Isso porque o casal se desligou oficialmente da família real britânica. Apesar de o anúncio ter acontecido no início de 2020, agora, não há chances de voltar atrás. Entre tantas dúvidas, uma delas foi respondida: o motivo pelo qual o filho do príncipe Harry e Meghan não pode ser considerado um príncipe.

O pequeno Archie Harrison Mountbatten-Windsor, mais conhecido somente por Archie, tem 1 ano e 10 meses e já vai se tornar irmão mais velho. O casal anunciou que está a espera do segundo filho, desta vez uma menina. A novidade chegou ao conhecimento público no dia 14 de fevereiro, data comemorativa conhecida por ser o Dia dos Namorados nos Estados Unidos, onde a família vive.

Por que o filho do príncipe Harry e Meghan não ganhou título real?

Meghan e archie correndo na praia
Meghan e archie (foto: cbs/divulgação)

A monarquia britânica é bem rígida quando se trata de títulos reais. Isso porque existem regras que ditam quem pode ou não ser considerado príncipe ou princesa, e assim receber o tratamento de Sua Alteza Real.  No entanto, a concessão de títulos da nobreza pode ser alterada. Segundo informações da BBC, em 2012, a Rainha Elizabeth II emitiu uma carta em que dizia que todos os filhos do príncipe William com Kate Middleton teriam o direito de ser “príncipe” ou “princesa”.

O mesmo não aconteceu com Archie, filho do príncipe Harry e Meghan. Apesar de no momento, devido a ordem monarca vigente, não permitir que o pequeno recebesse o título de príncipe, isso poderia acontecer em um futuro breve, quando o seu avô, príncipe Charles, se tornasse Rei.  Mas a entrevista de Meghan Markle para Oprah foi reveladora nesse quesito.

Segundo a esposa de Harry, antes mesmo de Archie nascer, existiam conversas entre membros da família real de como o pequeno seria, principalmente, o tom da sua pele. Meghan Markle é filha de uma mulher afro-americana, enquanto o seu pai é branco. Tanto que na época em que anunciou a gravidez, em 2018, muito se especulou de que Meghan estava fazendo história, já que o seu filho com o príncipe Harry seria o primeiro a ter laços sanguíneos afro-descendentes.

Leia na íntegra As 5 principais revelações de Meghan Markle sobre a família real

Imagem de meghan markle com archie
Meghan e archie (foto: people/reprodução)

Mas a informação dita por Meghan, e posteriormente confirmada por Harry (em momentos diferentes da entrevista), chocou não só Oprah Winfrey, mas como o mundo, que interpretou como racismo por parte da família real. Apesar de ter sido pressionada por Oprah, Meghan optou por não expor nomes envolvidos, já que considera que “seria muito prejudicial” para eles.

Ainda na entrevista, a duquesa de Sussex comentou sobre o “protocolo da família real” sobre os títulos que seu filho com príncipe Harry poderia ou não ter. Meghan afirmou que o Palácio de Buckingham comentou sobre “mudar a convenção” para Archie, em outras palavras, ele não poderia se tornar um príncipe até mesmo no futuro.

De acordo com a carta de 1917, Archie tem o direito de se tornar um príncipe, mas não agora. Segundo o documento, os filhos do duque e da duquesa de Sussex teriam que esperar até que o príncipe Charles se torne rei, momento em que passariam a ser netos do monarca e, portanto, teriam o direito de ser príncipes ou princesas.

O que disse a família real

Após o mundo se voltar contra a família real, o Palácio de Buckingham, porta-voz da Rainha Elizabeth II, compartilhou um comunicado sobre as revelações feitas por Meghan Markle e o príncipe Harry. Apesar de o neto da rainha ter afirmado, após a entrevista ir ao ar, que as declarações racistas não foram feitas pelos seus avós, a família real reforçou que tanto ele quanto Meghan e Archie, são membros queridos.

Confira abaixo o comunicado oficial:

“A família inteira ficou triste ao saber como os últimos anos foram difíceis para Harry e Meghan. Eles sempre serão membros muito queridos da família. As questões levantadas, particularmente aquelas relacionadas à raça, são preocupantes. Embora algumas memórias possam variar, elas são levadas muito a sério e serão tratadas pela família em particular.”

Meghan markle fala sobre aborto
Meghan markle e príncipe harry com archie (imagem: reprodução / getty images)
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.