‘ONU deve responsabilizar a China pela pandemia do coronavírus’, diz Trump.

O presidente dos EUA disse que a ONU deve responsabilizar a China pela pandemia de coronavírus. O pedido foi feito durante sessão com líderes mundiais.

O presidente Donald Trump disse que a ONU deve responsabilizar a China pela pandemia do coronavírus. O pedido foi feito na última quarta-feira (22) durante uma sessão com os líderes mundiais na ONU.

Trump criticou o governo chinês e a Organização Mundial de Saúde (OMS) pelo vírus mortal e pelas consequências sociais e econômicas da crise de saúde.

“O governo chinês e a OMS, que é virtualmente controlada pela China, declararam falsamente que não havia evidências de transmissão de pessoa para pessoa. Mais tarde, eles disseram falsamente que pessoas sem sintomas não espalhariam a doença”, disse Trump em um discurso gravado na Casa Branca. A OMS é uma agência das Nações Unidas.

“As Nações Unidas devem responsabilizar a China por suas ações”, acrescentou. Afinal, “o vírus é originário da China”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com Trump, os EUA tem três vacinas potenciais contra o coronavírus que estão no estágio final de testes clínicos. Além disso,  ele prometeu distribuí-las globalmente. 

Contudo, a administração de Trump disse anteriormente que não participará do esforço de vacinação contra o coronavírus liderado pela OMS.

A iniciativa “Covid-19 Vaccine Global Access Facility”, ou COVAX, inclui mais de 170 nações. Ela tem como objetivo “trabalhar com fabricantes de vacinas para fornecer aos países em todo o mundo acesso equitativo a vacinas seguras e eficazes”. 

O movimento está de acordo com o objetivo de Trump de remover os Estados Unidos da Organização Mundial da Saúde.

 

ONU deve responsabilizar a China
Imagem: Reprodução / Pixabay

Trump diz que a ONU deve responsabilizar a China pela pandemia 

O presidente chinês Xi Jinping, que também se dirigiu à ONU remotamente, disse que Pequim “continuará a reduzir as diferenças e resolver as disputas com outros por meio do diálogo e da negociação”.

“Frente ao vírus, devemos aumentar a solidariedade e superar isso juntos”, disse Xi. Ele também acrescentou que os líderes mundiais devem seguir “o papel de liderança da OMS”.

Assim, “qualquer tentativa de politizar a questão ou estigmatização deve sofrer rejeição”, disse Xi.

As últimas revelações acontecem no momento em que Washington pressiona o Conselho de Segurança da ONU para impor novas sanções ao Irã.

Informar Erro
Fonte CNBC

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes