‘ONU deve responsabilizar a China pela pandemia do coronavírus’, diz Trump.

O presidente dos EUA disse que a ONU deve responsabilizar a China pela pandemia de coronavírus. O pedido foi feito durante sessão com líderes mundiais.

O presidente Donald Trump disse que a ONU deve responsabilizar a China pela pandemia do coronavírus. O pedido foi feito na última quarta-feira (22) durante uma sessão com os líderes mundiais na ONU.

Trump criticou o governo chinês e a Organização Mundial de Saúde (OMS) pelo vírus mortal e pelas consequências sociais e econômicas da crise de saúde.

“O governo chinês e a OMS, que é virtualmente controlada pela China, declararam falsamente que não havia evidências de transmissão de pessoa para pessoa. Mais tarde, eles disseram falsamente que pessoas sem sintomas não espalhariam a doença”, disse Trump em um discurso gravado na Casa Branca. A OMS é uma agência das Nações Unidas.

“As Nações Unidas devem responsabilizar a China por suas ações”, acrescentou. Afinal, “o vírus é originário da China”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com Trump, os EUA tem três vacinas potenciais contra o coronavírus que estão no estágio final de testes clínicos. Além disso,  ele prometeu distribuí-las globalmente. 

Contudo, a administração de Trump disse anteriormente que não participará do esforço de vacinação contra o coronavírus liderado pela OMS.

A iniciativa “Covid-19 Vaccine Global Access Facility”, ou COVAX, inclui mais de 170 nações. Ela tem como objetivo “trabalhar com fabricantes de vacinas para fornecer aos países em todo o mundo acesso equitativo a vacinas seguras e eficazes”. 

O movimento está de acordo com o objetivo de Trump de remover os Estados Unidos da Organização Mundial da Saúde.

 

ONU deve responsabilizar a China
Imagem: Reprodução / Pixabay

Trump diz que a ONU deve responsabilizar a China pela pandemia 

O presidente chinês Xi Jinping, que também se dirigiu à ONU remotamente, disse que Pequim “continuará a reduzir as diferenças e resolver as disputas com outros por meio do diálogo e da negociação”.

“Frente ao vírus, devemos aumentar a solidariedade e superar isso juntos”, disse Xi. Ele também acrescentou que os líderes mundiais devem seguir “o papel de liderança da OMS”.

Assim, “qualquer tentativa de politizar a questão ou estigmatização deve sofrer rejeição”, disse Xi.

As últimas revelações acontecem no momento em que Washington pressiona o Conselho de Segurança da ONU para impor novas sanções ao Irã.

Informar Erro
Fonte CNBC

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes