Zoom suspenderá o limite de 40 minutos nas reuniões durante o Natal

O Zoom anunciou que aumentará o limite de reuniões durante o Natal e Ano Novo para que “suas reuniões familiares não sejam interrompidas”.

Zoom suspenderá o limite de 40 minutos nas chamadas para os assinantes gratuitos durante as festividades de Natal e Ano Novo.

Normalmente, apenas usuários premium que pagam para usar o app têm permissão para fazer chamada com duração ilimitada. Assim, os usuários que usam a versão gratuita precisam desligar e iniciar uma nova chamada após o término dos 40 minutos.

Agora, os usuários da versão gratuita também poderão fazer chamadas ilimitadas durante os próximos três períodos de feriados. 

Assim, os usuários poderão fazer uso deste benefício do dia 23 de dezembro até a manhã do dia 26 de dezembro. Bem como  do dia 30 de dezembro até a manhã do dia 2 de janeiro.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“Seja no último dia de Hanukkah, para celebrar o Natal, comemorar o  Ano Novo ou os últimos dias de Kwanzaa, aqueles que se conectam com os amigos e a família não serão interrompidos”, disse um porta-voz da Zoom.

 

Zoom suspenderá o limite de 40 minutos

O Zoom viu sua popularidade disparar desde março. Assim, vimos escolas, empresas, clubes e amigos recorrerem ao serviço. Afinal, a pandemia do coronavírus impediu as pessoas de se reunirem pessoalmente.

O rival Google Meet, da Alphabet, também suspendeu seu limite de 60 minutos para chamadas até março. Contudo, o Microsoft Teams e o Webex da Cisco não aumentaram seus limites de duração das reuniões.

Com o sucesso, as ações da Zoom, que subiram 265% desde março, subiram ainda mais na manhã da última sexta-feira (18).

 

Natal online

Alguns países já começaram suas campanhas de vacinação contra a covid-19. Contudo, a maioria ainda não tem acesso à vacina.

Muitos governos mostraram preocupação sobre o aumento de contaminações no período de Natal e Ano Novo.

Na última sexta-feira, a Itália anunciou que o país estará sob um lockdown no Natal, e haverá toque de recolher. Bem como apresentou outras regras rígidas como limite de viagens internas e até mesmo números de pessoas que poderão se reunir.

Informar Erro
Fonte NY Post

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes