Veja o que muda com a suspensão da Fase vermelha em SP

Com a nova classificação do Plano SP, regiões da fase laranja passam a ser unificadas, sem o adicional da fase vermelha nos finais de semana e feriados. Medida passa a valer no próximo sábado (06/02).

O governo de São Paulo anunciou a suspensão das restrições de fase vermelha para todo o estado nos finais de semana. A medida começa a partir do próximo sábado, 6 de fevereiro. A mudança aconteceu após pressão dos comerciantes para a flexibilização do Plano SP. O comércio não essencial estava proibido aos fins de semana e feriados na capital e região da Grande São Paulo.

Entenda o que aconteceu com o Plano SP

No dia 25 de janeiro, o governo anunciou o endurecimento do plano SP em todo o estado até o dia 7 de fevereiro. Em uma espécie de regime híbrido, a capital paulista alternava da fase laranja (nos dias de semana) para a fase vermelha (entre às 20h e 6h, finais de semana e feriados). Agora, com a suspensão do antigo plano válida a partir do dia 6, a cidade passa para a fase laranja, apenas.

As regiões do estado que foram classificadas na fase vermelha, na última atualização do plano SP, que aconteceu no dia 25 de janeiro, não mudarão. Segundo o governo, haverá uma nova reclassificação do plano na sexta-feira, 5 de fevereiro, e terá vigência a partir da segunda-feira, dia 8 de fevereiro.

Cidades na Fase Laranja – Plano SP

Plano SP - suspensão da fase vermelha nas regiões da fase laranja
Plano SP (Foto: Governo do Estado de SP/Divulgação)

As regiões que haviam sido classificadas na fase laranja de modo híbrido, continuarão de modo unificado, ou seja, a fase laranja não tera o adicional da fase vermelha. De acordo com a classificação atual, 82% da população do estado está na fase laranja, e 18% na etapa vermelha.

Leia também

Confira os pontos de vacinação contra COVID-19 em SP

Idosos de 60 anos podem entrar na fila de espera para vacina…

  • Grande São Paulo
  • Baixada Santista
  • Araraquara
  • Araçatuba
  • São João da Boa Vista
  • São José do Rio Preto
  • Ribeirão Preto
  • Campinas
  • Piracicaba
  • Registro

- PUBLICIDADE -

O que pode abrir na fase laranja?

  • Shoppings e galerias: ocupação máxima de 40% da capacidade local, inclusive nas praças de alimentação;
  • Comércio e serviços:  ocupação máxima de 40% da capacidade local, inclusive nas praças de alimentação;
  • Bares: sem atendimento presencial, com capacidade reduzida até 20h;
  • Restaurantes: podem abrir com capacidade reduzida até 20h;
  • Salões de beleza e barbearias: ocupação máxima de 40% da capacidade local por 8 horas;
  • Academias de esporte e centros de ginástica: ocupação máxima de 40% da capacidade local por 8 horas.

Efeito do Plano SP

Segundo o governador João Doria, houve uma diminuição de 11% no número de novas internações por Covid-19 nos leitos públicos e privados do estado, após a reclassificação anunciada no dia 22 de janeiro, com vigência desde o dia 25 de janeiro. O secretário da saúde, Jean Gorinchteyn, reforçou que a restrição do Plano SP impactou nos números de internações, óbitos e casos positivos da doença,

Reforço na saúde

Ainda neste mês de fevereiro, o sistema de saúde do estado irá ganhar um reforço, de acordo com o governo. Mais de 750 leitos serão abertos em todo o estado de SP, e também o hospital de campanha de Heliópolis será reaberto no dia 25 de fevereiro, com 24 leitos. Ao todo, Doria prometeu abrir 450 leitos de enfermarias e 306 de UTI em hospitais do estado de São Paulo.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes