Veja os 5 feriados antecipados em São Paulo em 2021

A cidade deve passar por um período longo de recesso, que vai do dia 26 de março até o dia 4 de abril, contando com os finais de semana.

O  prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), decretou que seis feriados vão ser antecipados em São Paulo. O anúncio foi realizado em um momento crítico da pandemia da Covid-19 na cidade.

Com o colapso no sistema de saúde, a prefeitura do município espera reduzir o número de casos através da baixa circulação de pessoas na capital paulista. A meta, divulgada por Bruno Covas em 18 de março, é tornar a taxa de isolamento próxima dos 70%. Para isso, adiantar os feriados é uma saída que a prefeitura avalia ser necessária, assim como aconteceu em 2020.

Feriados que vão ser antecipados em São Paulo:

  • Corpus Christi (3 de junho)
  • Revolução Constitucionalista (9 de julho)
  • Dia da Consciência Negra (20 de novembro) – ainda não é certo.
  • Aniversário de São Paulo (25 de janeiro)
  • Dia da Consciência Negra (20 de novembro)

Quando vai ser o feriado?

O feriado vai começar no dia 29 de março, uma segunda-feira. Também será feriado na terça-feira (30). A quarta-feira, 31 de março e na quinta, dia 1º de abril – emendando ao feriado do dia 2 de abril, quando é celebrado a sexta-feira Santa. Para completar, os dias 3 e 4 de abril (sábado e domingo) serão considerados feriados.

Sendo assim, com os feriados antecipados em São Paulo, a cidade deve passar por um período longo de recesso, que vai do dia 26 de março até o dia 4 de abril, contando com os finais de semana.

Por que os feriados serão antecipados?

Bruno Covas declarou que a ideia é “forçar a cidade de São Paulo a parar”. “A cidade que nunca parou, a cidade que trabalha, a cidade que é a soma dos esforços de vários imigrantes precisa parar para que a gente não tenha mais casos como esse de pessoa que não consegue ser atendida e que vem a óbito por falta de atendimento”, destacou.

Entretanto, o prefeito da capital paulista ainda não informou se bancos e outros serviços vão aderir ao recesso. Mais informações de como será o período de feriados antecipados deve correr nos próximos dias. Ainda de acordo com Covas, a cidade planeja abrir mais 640 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para atendimento de pacientes com Covid-19.

Foto mostra prefeito de São Paulo, Bruno Covas usando uma máscara e segurando um mcirofone.
Bruno Covas (Foto: Governo de São Paulo)

Atualmente, a cidade de São Paulo está na fase emergencial do Plano SP, decretado pelo governo estadual.  De acordo com o que foi divulgado, a fase restritiva deve ir até o dia 30 de março. Até lá, apenas serviços essenciais estão permitidos a abrirem as portas, sendo eles: supermercados, postos de gasolina e postos de saúde. A medida provisória (nº 926/20) foi decretada por João Doria (PSDB). Restaurantes e outros estabelecimentos comerciais podem funcionar somente por delivery.

Acompanhe as principais notícias sobre São Paulo no DCI Digital.

Leia também:

Feriados em 2021: veja a lista de pontos facultativos e datas nacionais

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes