Volta do uso de máscara em SP: veja novas recomendações do governo

Atualmente, o uso em ambientes fechados é opcional.

Em meio a alta de 120% de internações por covid-19 em maio de 2022, na terça-feira, 31, o Comitê de Medidas de Vigilância em Saúde do Governo de São Paulo passou a recomendar a volta do uso de máscara em locais fechados no estado. Atualmente, o uso em ambientes como escolas, escritórios, academias, shoppings e lojas é opcional.

Orientação para volta do uso de máscara em SP

De acordo com o Comitê de Saúde paulista, a volta do uso de máscara em SP é recomendada em locais fechados, mas sem caráter obrigatório – a não sem em hospitais e no transporte coletivo. Além disso, a orientação para pessoas de grupos de risco é que usem a proteção também em ambientes abertos.

Segundo o secretário da Saúde o uso não é obrigatório, mas as prefeituras podem endurecer as regras. Em entrevista à CBN, o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, adiantou que o governo do estado não irá decretar a volta do uso obrigatório de máscaras. Assim, caberá às prefeituras transformar endurecer as orientações.


“É uma recomendação, não é uma obrigatoriedade. Os municípios podem decidir pela obrigatoriedade se quiserem. O que foi feito hoje é uma recomendação de uso em locais fechados, especialmente aqueles com muitas pessoas, incluindo salas de aula, escritórios, cinema, por exemplo. Isso é em função do aumento da transmissão do vírus, que já vem ocorrendo há algumas semanas e, nas últimas, têm levado ao aumento no número diário de internações no estado de São Paulo” disse o coordenador do Comitê, Paulo Menezes, em entrevista ao jornal O Globo.

“Isso é em função do aumento da transmissão do vírus, que já vem ocorrendo há algumas semanas e, nas últimas, têm levado ao aumento no número diário de internações no estado de São Paulo”, explica na publicação.

Como fazer mamografia pelo SUS em 2022


Você pode gostar também