São Paulo tem inscrição aberta para a xepa da vacina infantil

Estado de SP quer evitar desperdício e crianças sem comorbidades podem ser vacinadas com doses remanescentes

A vacinação infantil contra a Covid-19 começou em todo o país para crianças com idades entre 5 e 11 anos. O calendário segue um esquema de escalonamento, assim como ocorreu com a vacinação de adultos e, por isso, primeiramente serão vacinados os pequenos com comorbidades, deficiência, os indígenas e os quilombolas. Na cidade de São Paulo, as crianças que não fazem parte dos grupos prioritários podem se inscrever na xepa da vacina infantil. Saiba como funciona.

Como fazer inscrição para a xepa da vacina infantil em São Paulo?

A prefeitura da capital paulista liberou a inscrição para a xepa da vacina infantil na cidade com o objetivo de que nenhuma dose sobre ao final do expediente diário. Isso porque não é possível prever quantas crianças irão aos postos de vacinação e, para evitar desperdícios, os responsáveis pelas crianças que não têm comorbidades ou deficiências podem entrar para a fila de espera.

Segundo instruções da Secretaria de Saúde de SP, cada unidade deve organizar a xepa com crianças que moram ou estudam na área de abrangência. Para isso, um adulto responsável deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da casa ou da escola onde a criança está matriculada com um comprovante de residência ou matrícula e fornecer um telefone de contato.

Quem tem disponibilidade, pode procurar o posto de vacinação no fim do expediente e verificar se há vacinas disponíveis para quem não tem comorbidades. Cada frasco do imunizante pediátrico da Pfizer tem dez doses e elas devem ser utilizadas em até 12 horas após a abertura da embalagem. Por isso, é possível que, ao final do dia, haja doses remanescentes. No caso da lista de espera, se isso acontecer, os agentes de saúde entram em contato para comunicar o responsável, a fim de que ele leve o pequeno para ser vacinado.

Carteirinha digital de vacinação

Xepa vacina infantil
Poupatempo disponibiliza carteirinha digital. Imagem: Reprodução/Governo do Estado de SP

Com o início da vacinação infantil no estado de São Paulo, o Poupatempo está disponibilizando a versão digital da carteirinha infantil. Para ter acesso, os responsáveis devem fazer o cadastro do menor nos canais digitais do Poupatempo (aplicativo ou site), fornecendo o CPF da criança.

Esse documento traz informações sobre doses, datas, quem foi o profissional que aplicou a vacina, registro do local e dados do fabricante e do lote do imunizante. Além disso, é possível fazer a impressão da carteirinha e ter acesso a um QR Code que comprova a vacinação.

No estado, também é possível fazer o pré-cadastro das crianças para agilizar o processo. Para isso, basta acessar o site Vacina Já e preencher um formulário. Segundo o governo, a previsão é de que as 4,3 milhões de crianças que vivem no estado de São Paulo recebam pelo menos a primeira dose em até três semanas.

Você pode gostar também
buy cialis online