Ampliação do Pronampe: R$12 bilhões são liberados a partir deste sábado

O orçamento inicial de R$ 15,9 bilhões esgotou em menos de um mês. Até o momento, cerca de 218 mil empresas já foram beneficiadas.

A ampliação do Pronampe contará com mais R$ 12 bilhões em crédito para micro e pequenas empresas. Os novos empréstimos poderão ser realizados pelos bancos conveniados a partir deste sábado (15).

Até o momento, mais de 218 mil empresas foram beneficiadas, porém o orçamento inicial de R$ 15,9 bilhões não foi suficiente. A segunda fase do Programa Nacional de Apoio à Microempresas e Empresas de Pequeno Porte receberá recursos do Programa Emergencial de Suporte a Empregos (PESE), que teve baixa adesão.

Quem pode contratar o Pronampe?

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O Pronampe pode ser contratado por micro e pequenas empresas que necessitam de ajuda financeira para continuar as atividades e que foram afetadas pela pandemia.

Deste modo, microempresas com faturamento de R$ 360 mil até R$ 4,8 milhões podem solicitar  o crédito. A taxa de juros para contratação é de 1,25% ao ano acrescidos da taxa Selic.

Vale ressaltar que o programa foi criado pela Lei nº 13.999, em 18 de maio deste ano, como uma das medidas de enfrentamento da crise econômica, agravada pela pandemia.

 

Quais as condições para obter o Pronampe?

As condições para ter acesso à linha de crédito estão na finalidade que o recurso será utilizado. O empréstimo deverá ser destinado para realização de investimentos e melhorias na empresa, como a aquisição de máquinas e equipamento e reformas.

Também poderá ser usado para quitar despesas operacionais, como folha de pagamento, contas de água e luz, aluguel, compra de mercadorias e/ou matérias-primas. Ademais, o contratante não pode demitir funcionários até 60 dias após o recebimento da última parcela do crédito.

Por fim, a ampliação do Pronampe mantém as condições da primeira fase. Então, para obter acesso ao crédito basta se enquadrar nos requisitos que já estavam sendo solicitados.

A saber, a linha de crédito poderá ser solicitada até novembro, porém o saldo pode se esgotar muita antes, caso obtenha o mesmo número de contratações da primeira fase. Além disso, não há previsões de novos aportes.

 

Como solicitar?

página inicial do site Caixa para solicitação do Pronampe
Página inicial para cadastro e solicitação do Programa. (Foto: Reprodução/Liliane de Lima)

A solicitação do Pronampe deve ser realizada, preferenciamente, pelo site da Caixa Econômica ou Internet Banking de alguma instituição financeira que aderiu ao programa de crédito. Isso para evitar aglomerações devido a pandemia da Covid-19.

O portal DCI tem um guia completo de como solicitar, clique aqui para saber mais.

Quais bancos oferecem o Pronampe?

Com a ampliação do Pronampe, mais bancos aderiram o programa. Por enquanto, onze instituições financeiras estão operando esta modalidade de crédito, são elas:

  • Badesul – Agência de Fomento do Rio Grande do Sul;
  • Banco da Amazônia S.A;
  • Banco do Brasil S.A;
  • Bancoob – Banco Cooperativo Sistema Sicoob;
  • Banrisul – Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A.;
  • BDMG – Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais;
  • BNB – Banco do Nordeste do Brasil S.A.;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Itaú Unibanco S.A.;
  • Sicredi – Instituição Financeira Cooperativa;
  • Santander S.A.

Qual é o prazo para quitação do crédito?

O crédito obtido pela micro e pequena empresas, por meio do Pronampe, deve ser quitado em até 36 parcelas, ou seja, três anos após a contratação.

Além disso, o contratante pode começar a pagar a primeira parcela no oitavo mês de adesão. Durante a carência, os juros serão capitalizados mensalmente e incorporados ao saldo devedor.

Contudo, limite de quitação não pode ser prorrogado.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes