Quando sacar a última parcela do auxílio emergencial 2021?

Assim como nos ciclos anteriores, nesta etapa de pagamentos do benefício o dinheiro também será liberado de forma escalonada até o dia 19 de novembro

A Caixa Econômica Federal concluiu os depósitos da 7ª parcela do auxílio emergencial para todos os beneficiários. Agora começa a liberação da última parcela do auxílio emergencial. Nessa etapa, os trabalhadores que fazem parte do público geral podem fazer saques e transferências das quantias que foram depositadas nas contas poupanças sociais digitais.

Ao todo, 45,6 milhões de brasileiros estão sendo beneficiados nesta rodada de pagamentos do auxílio emergencial. Esse pagamento foi feito para os cidadãos que são beneficiários do Bolsa Família, além das pessoas que possuem CadÚnico (Cadastro Único) e daquelas que se inscreveram para receber o benefício em 2020 através da internet e cumprem os requisitos do programa.

Como o saque já foi liberado durante o mês de outubro para os beneficiários do Bolsa Família, agora será a vez do público geral. Desta maneira, último calendário auxílio emergencial 2021 é voltado aos trabalhadores informais, autônomos, pessoas desempregadas e microempreendedores individuais (MEIs) que não estão recebendo recursos suficientes para garantir sua subsistência e, por isso, foram aprovados no auxílio emergencial.

RELACIONADO | 20 benefícios do CadÚnico para quem tem o cadastro

Quando sacar a última parcela do auxílio emergencial 2021?

O saque do dinheiro já começou a ser liberado e, como de costume, o valor também será disponibilizado de forma escalonada. Nesta segunda-feira, por exemplo, a Caixa Econômica Federal informou que o benefício pode ser retirado pelos trabalhadores nascidos em janeiro.

Logo na manhã de terça-feira, 2, os nascidos em fevereiro também poderão sacar o recurso. Neste mês, o último calendário do auxílio emergencial se estenderá até o dia 19, então, pra que você possa acompanhar o pagamento do seu benefício, confira todas as datas do calendário auxílio emergencial 2021:

Calendário do auxílio emergencial 2021 – liberação de saque nesta semana: 

>> Nascidos em janeiro: podem sacar dia 1º de novembro

>> Nascidos em fevereiro: podem sacar dia 3 de novembro

>> Nascidos em março: podem sacar dia 4 de novembro

>> Nascidos em abril: podem sacar dia 5 de novembro

Calendário do auxílio – liberações na próxima semana:

>> Nascidos em maio: podem sacar dia 9 de novembro

>> Nascidos em junho: podem sacar dia 10 de novembro

>> Nascidos em julho: podem sacar dia 11 de novembro

>> Nascidos em agosto: podem sacar dia 12 de novembro

Último calendário do auxílio emergencial 2021 – terceira semana de liberação do dinheiro 

>> Nascidos em setembro: podem sacar dia 16 de novembro

>> Nascidos em outubro: podem sacar dia 17 de novembro

>> Nascidos em novembro: podem sacar dia 18 de novembro

>> Nascidos em dezembro: podem sacar dia 19 de novembro

LEIA TAMBÉM | Auxílio Emergencial foi prorrogado? Entenda a situação do benefício

Tem prazo para sacar a última parcela do auxílio emergencial?

Os beneficiários devem ficar atentos às datas do último calendário auxílio emergencial 2021 para fazer o saque, isso porque existe um prazo para a retirada do dinheiro da conta poupança social digital. Em 2020, os beneficiários tinham até 90 dias, segundo o Decreto nº 10.316.Neste ano, esse prazo passou a ser de 120 dias que são contados a partir da disponibilidade da parcela do auxílio.

Para os beneficiários do Bolsa Família o prazo é diferente: a partir de janeiro esses cidadãos passaram a ter 270 dias para retirar o dinheiro. Essa ampliação teve como objetivo evitar a aglomeração de pessoas nas agências da Caixa e casas lotéricas para o saque do benefício, além de garantir que as pessoas com mais dificuldade de deslocamento não perdessem o dinheiro.

Esse prazo incide em todas as parcelas do Bolsa Família disponibilizadas para pagamento durante a vigência da situação de emergência e que ainda estejam válidas, segundo o calendário de pagamentos e o calendário operacional do programa

O que acontece se eu não sacar meu auxílio emergencial?

Após o período de saque, o Ministério da Cidadania é informado pela Caixa Econômica Federal se o dinheiro foi ou não retirado da conta. Assim, caso não haja nenhuma movimentação no Caixa Tem, o valor é devolvido para a União. Com isso o cidadão não terá mais direito de requerer o pagamento.

Isso pode acontecer tanto para aqueles que recebem por meio do Bolsa Família quanto aos demais beneficiários. Mas é importante ressaltar que o cidadão não precisa tirar toda a quantia imediatamente nas datas de liberação do calendário do auxílio emergencial 2021. Basta movimentar  o recurso através da realização de pagamentos, compras, transferências e saques utilizando o Caixa tem.

Durante o pagamento do auxílio emergencial durante este ano, essa foi uma das causas do bloqueio de pagamentos, pois, quando não existem movimentação do dinheiro o Ministério da Cidadania entende que o cidadão não precisa do auxílio. Com isso, faz a suspensão dos demais pagamentos.

LEIA TAMBÉM | Benefícios que desempregados podem receber após o auxílio emergencial

Como sacar o auxílio emergencial 2021?

O saque do benefício deve ser feito a partir da data de liberação que consta no calendário do auxílio emergencial 2021. Uma das opções para ter acesso ao dinheiro em espécie é através das casas lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. Para isso, você vai precisar do código de saque que é gerado por meio do Caixa Tem. Então, siga os seguintes passos:

>> faça login no app Caixa Tem,

>> selecione a opção “saque sem Cartão”

>> cliquem em “gerar código de saque”;

>> informe a quantia desejada;

>> informe a senha do caixa tem;

>> confirme a transação;

Depois desse procedimento, é necessário apresentar o código gerado aos atendentes das casas lotéricas e correspondentes no prazo de até uma hora. Após esse período você precisará repetir o procedimento, pois o código deixa de ter validade para garantir a segurança da transação. Também é possível fazer o saque das quantias que variam entre R$ 150, R$ 250 e R$ 375 através das agências da Caixa Econômica Federal.

Para isso, o beneficiário pode apresentar o código mas, caso não tenha internet para utilizar o Caixa Tem é só informar o desejo de sacar o benefício. Também apresente um documento com foto e o cartão cidadão. Quem recebe pelo Bolsa Família  também pode apresentar o cartão do programa social.

Você pode gostar também
buy cialis online