Saque do FGTS: Último lote de R$ 1.045 começa na segunda-feira (07/12)

A Caixa estendeu o período de saque do FGTS para até o fim do ano. O último lote de retiradas deve acontecer entre os dias 7 e 31 de dezembro.

O saque emergencial do FGTS teve prorrogação. Segundo comunicado da Caixa Econômica Federal, o benefício emergencial pode ser solicitado e retirado a partir da próxima segunda-feira (07) até 31 de dezembro. O saque de R$ 1.045 do FGTS foi criado por Medida Provisória nº 946 em abril de 2020, para auxiliar os trabalhadores no enfrentamento da pandemia de covid-19.

Sendo assim, o prazo anterior de movimentação do saque emergencial do FGTS, de 30 de novembro, teve extensão para até o fim do ano. Contudo, quem já solicitou o saque do benefício e não movimentou o recurso em novembro, poderá sacar R$ 1.045 ainda neste mês.

O trabalhador deve solicitar a retirada pelo aplicativo FGTS. O saldo retornará novamente para a conta digital do titular e ficará disponível para movimentação pelo app Caixa Tem.

Por fim, o recurso não movimentado retorna a conta do FGTS a partir de 1º de janeiro de 2021. Depois desse prazo, o saque do FGTS só poderá acontecer em casos de demissão sem justa causa, aposentadoria e outras situações previstas, como por exemplo compra do primeiro imóvel. Isso porque saque emergencial do FGTS no valor de R$ 1.045 tem previsão apenas em 2020, durante o período de calamidade pública.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Quem pode solicitar o saque do FGTS?

O saque emergencial do FGTS é para trabalhadores que têm ou já trabalhou com carteira assinada e possui conta ativa ou inativa do FGTS, com saldo igual ou superior a R$ 1.045.

Sendo assim, trabalhadores que solicitaram o benefício anteriormente, mas não movimentou a conta, terá o período de 7 a 31 de dezembro para fazer o saque do FGTS.

 

Como receber o FGTS Emergencial?

Para receber o FGTS emegencial, o trabalhador precisa ter o dados cadastrais atualizados. Sendo assim, aqueles que solicitaram antes do dia 30 de novembro, mas ainda não receberam o benefício devem acessar o aplicativo FGTS, complementar os dados cadastrais.

Em seguida, poderá solicitar novamente o saque dos valores na Conta Poupança Social Digital. A informação com valor e data do crédito aparecem no aplicativo após o término da solicitação.

 

Documentos necessários para Saque do FGTS?

Os documentos para efetuar o saque do FGTS emergencial são:

  • CPF;
  • Documento de identidade, como o RG;
  • Cartão do Cidadão;
  • Carteira de Trabalho;
  • Número do PIS/Pasep do trabalhador ou NIS/NIT.

Sendo assim, o trabalhador deve ir à agência Caixa mais próxima para receber o benefício de R$ 1.045. Contudo, o recurso também fica disponível no app Caixa Tem, por meio da Conta Poupança Social Digital.

Pelo aplicativo, pode-se realizar pagamentos de boletos, como por exemplo gastos com água e luz. Além disso, efetuar transferências com o saque emergencial do FGTS.

 

Leia também

 

Como antecipar Saque-Aniversário do FGTS na Caixa Econômica?

Não há necessidade de auxílios em 2021, diz Ministério da Economia

Veja quais são as mudanças previstas no FGTS em 2021

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes