Carreira de Crespo: veja a trajetória do novo treinador do São Paulo

Consagrado como atleta, argentino está em alta no mercado após título da Copa Sul-Americana com o Defensa y Justicia e fechou com o Tricolor nesta sexta (12).

Com uma carreira consolidada como jogador, Hernán Crespo é mais um dos jovens técnicos a surgir na Argentina. Aos 45 anos, o treinador acumula apenas três trabalhos, e embora seus números não sejam os melhores, conquistou uma Copa Sul-Americana com o Defensa y Justicia, em 85 jogos à frente do clube. Na sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021, o treinador assinou para ser o novo comandante do São Paulo.

Com passagem marcante na Itália, onde jogou por: Lazio, Genoa, Parma, Milan e Internazionale, Crespo iniciou sua caminhada como treinador em terras italianas. Em 2014, assumiu a equipe juniores do clube Parmensi, mas no ano seguinte, fez sua estreia como treinador profissional pelo Modena.

+ Hernán Crespo no São Paulo? O que sabemos sobre a contratação

Carreira de Crespo como treinador

Em 2015, Hernán Crespo chegou ao Modena – equipe da segunda divisão da Itália – mas não teve o êxito que esperava. Em 30 jogos, venceu apenas 11, perdeu outros 19 e empatou cinco vezes. Com uma passagem apagada pelo clube, resolveu então voltar à sua terra natal e três anos depois, assumiu o Banfield.

A curta passagem de Crespo pelo El Taladro durou apenas 18 jogos. Com quatro vitórias, seis empates e oito derrotas, o treinador se encaminhava para ser mais um ex-jogador a tornar-se um técnico sem sucesso. No entanto, sua redenção veio com o Defensa y Justicia. Em janeiro de 2020, o ex-atacante assumiu o comando do clube e conquistou 13 vitórias, 10 empates e nove derrotas. No total, Crespo tem mais derrotas do que vitórias como treinador, mas o título da Copa Sul-Americana despertou os olhares dos clubes para o comandante.

- PUBLICIDADE -

Em sua trajetória na competição continental, eliminou equipes brasileiras como Vasco da Gama e Bahia, e fez a decisão contra o Lanús. Em final única, o El Halcón venceu o confronto por 3 a 0 e ficou com o caneco.

Leia também

Sport x Sampaio Corrêa: onde assistir e escalações da Copa…

Roma x Milan: onde assistir ao jogo do Campeonato Italiano…

Além do São Paulo, Santos e a Federação Chilena procuraram o argentino.

Carreira consolidada como atleta

Se como treinador Crespo soma apenas um título conquistado, como jogador o centroavante acumulou diversos troféus em sua galeria. Ídolo do River Plate, o atacante estreou profissionalmente pelo Millionarios em 1988 e venceu a Liga argentina na temporada 1993–94 e 1994–95, além da Libertadores em 1996.

De sua terra natal embarcou para a Europa onde jogou no Parma e foi campeão da Copa Uefa e Copa Itália. Logo depois jogou pela Lazio, onde conquistou a artilharia da Série A na temporada 2000-01. Em destaque no país italiano, chamou atenção da Internazionale, mas uma lesão no músculo adutor impediu o atleta de brilhar com a camisa Nerazzurri.

Crespo atuou pelo Parma em duas ocasiões
Crespo atuou pelo Parma em duas ocasiões (Foto: Twitter/@1913parmacalcio)

- PUBLICIDADE -

Sem espaço no clube, foi vendido ao Chelsea em 2003, sendo vice-artilheiro dos Blues na temporada. No entanto, novamente as lesões atrapalharam o atacante que inclusive pensou em abandonar sua carreira. Então, a equipe inglesa emprestou o argentino para o Milan e a mudança de ares fez bem a Crespo. Com o Rossonero, chegou à final da Liga dos Campeões, mas o clube perdeu para  o Liverpool na decisão.

De volta à Inglaterra, ganhou a Premier League com o Chelsea, mas em seguida retornou à Internazionale. No clube Nerazzurri venceu mais uma Série A, sendo artilheiro da equipe na temporada. E então em reta final de carreira, ainda jogou por Parma e Genoa novamente, mas em 2012 pendurou as chuteiras no Barasat.

Nono maior goleador da Seleção Argentina, Crespo ainda disputou em sua carreira três Copas do Mundo: 1998, 2002 e 2006.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes