Diego Alves encerra novela e fica no Flamengo: entenda a negociação

Depois de um impasse que durou cerca de dois meses, o goleiro Diego Alves aceitou a proposta do Flamengo para renovar contrato por mais um ano

O goleiro Diego Alves, de 35 anos, vai permanecer no Flamengo por mais uma temporada. O acordo foi selado em uma reunião na última quinta-feira (17) e encerrou uma novela que já durava cerca de dois meses.

Tudo começou quando o Flamengo retirou a proposta que já tinha sido aceita por Diego Alves. O goleiro queria renovar por mais dois anos, com aumento salarial de 30%. Mas o departamento financeiro do clube alterou a oferta, diminuindo os valores e o tempo de contrato.

O Flamengo, então, apresentou uma contraproposta de renovação por um ano, com aumento de 10%. Mas a oferta foi recusada por Diego Alves. Sem acordo, o goleiro estaria livre para deixar o clube sem custos ao final de seu contrato, no dia 31 de dezembro de 2020.

Assim, surgiram especulações de uma possível transferência para o Benfica, do técnico Jorge Jesus. Em meio à indefinição sobre a permanência no Flamengo, Diego Alves também teria recebido propostas de times da Arábia Saudita e da Espanha, onde fez história no Valencia.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Reconciliação entre Diego Alves e Flamengo

De acordo com o GE.com, a paz foi selada depois que o empresário de Diego Alves, Eduardo Maluf, retomou contato com o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz. Os dois então se reuniram com o diretor executivo de futebol do clube, Bruno Spindel, para negociar um acordo.

As duas partes no entanto, teriam que ceder para chegar a um denominador comum. Portanto, os dirigentes do Flamengo ofereceram um aumento maior, e o empresário de Diego Alves aceitou reduzir o tempo de contrato para um ano.

Diego Alves comemora com Gabigol no Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Com o aval do goleiro e do presidente Rodolfo Landim, o acordo verbal foi firmado por telefone. Agora, só falta preparar a papelada e assinar o contrato. Mas o clima no Flamengo já é outro, pois havia o temor de que a possível saída de Diego Alves poderia desestabilizar o vestiário.

Afinal, o técnico Rogério Ceni já apoiou publicamente o goleiro, assim como os jogadores mais importantes do elenco. Na vitória por 4 a 1 sobre o Santos, por exemplo, Diego Alves vestiu a braçadeira de capitão e foi festejado pelos atletas nas comemorações dos gols.

Aliás, as demonstrações de carinho do técnico e dos jogadores, assim como a boa adaptação da família do goleiro à vida no Rio de Janeiro, foram apontadas como fatores decisivos para a reconciliação de Diego Alves com os dirigentes do Flamengo.

Importância de Diego Alves no Flamengo

Depois do acordo, o vice de futebol Marcos Braz postou no Twitter uma foto de xícaras de café, uma espécie de indireta usada por ele ao anunciar negociações de reforços. Em seguida, Diego Alves retuitou o post do dirigente, sinalizando sua permanência no Flamengo.

Ao assegurar a permanência de Diego Alves por mais um ano, o Flamengo ganha tempo para desenvolver o jovem Hugo Neneca. O goleiro de 21 anos revelado na base rubro-negra assumiu a titularidade em jogos importantes quando o time estava desfalcado após um surto de covid-19.

Nos últimos jogos, entretanto, a promessa ficou no banco, e a experiência de Diego Alves falou mais alto. Afinal, o camisa 1 é um dos líderes do elenco. Em três anos e meio no clube, ele já conquistou Libertadores, Brasileiro e dois Cariocas.

Além disso, Diego Alves tem passagens pela seleção brasileira e se destacou no Valencia, onde bateu recordes de pênaltis defendidos no Campeonato Espanhol e manteve o bom aproveitamento no Flamengo. Segundo o Goal.com, na próxima temporada, o goleiro receberá um salário de R$ 650 mil por mês no clube carioca.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes