Escalação da Seleção Brasileira com jogadores mais caros por posição

Saiba como ficaria o time titular da equipe de Tite, se o comandante escalasse os brasileiros mais caros por posição.

Se a escalação da Seleção Brasileira fosse composta pelos atletas mais caros por posição, algumas surpresas surgiriam na equipe. Atletas que não aparecem na última convocação de Tite, inclusive, estariam no time titular. Confira então, como seria a escalação da Seleção Brasileira com os jogadores mais caros por posição.

Surpresas na escalação

Se Tite colocasse a campo entre os titulares os jogadores brasileiros mais caros em suas posições, os 11 titulares seriam diferentes do habitual que o treinador escala. Na lateral-direita, Emerson Royal, ficaria com a vaga, que nos últimos jogos foi ocupada por Danilo. O zagueiro Diego Carlos herdaria a posição de Thiago Silva, além de Fabinho aparecer no meio de campo do Brasil. Por fim, Rodrygo seria o ponta direita do ataque da seleção.

Essas seriam as surpresas no time principal, em relação à equipe que o treinador brasileiro tradicionalmente escala. No entanto, vale ressaltar que destes quatro jogadores, apenas Fabinho está presente na última convocação de Tite, para os jogos contra Equador e Paraguai, nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Catar.

Neymar é o jogador brasileiro mais caro atualmente no futebol
Neymar é o jogador brasileiro mais caro atualmente no futebol (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O jogador brasileiro mais caro na atualidade é o atacante do PSG, Neymar. O camisa 10 da equipe francesa está avaliado em 110 milhões de euros (R$706,2 milhões), segundo dados do site especializado no mercado do futebol, Transfermarkt. Na segunda posição, aparecem empatados o volante do Real Madrid, Casemiro, e o zagueiro Marquinhos, também do time de Paris. Ambos custam 70 milhões de euros (R$ 449,4 milhões).

Quem fecha o Top-3 é o goleiro do Liverpool, Alisson, que inclusive fez um gol histórico no último jogo dos Reds, mas contra o West Bromwich. O arqueiro tem o valor então de 65 milhões de euros (R$417,3 milhões).

Escalação da Seleção Brasileiro dos jogadores mais caros

  • Goleiro – Alisson (Liverpool) – 65 milhões de euros (R$417,3 milhões)
  • Lateral Direto- Emerson Royal (Betis) – 25 milhões de euros (R$ 160,5 milhões)
  • Zagueiro – Marquinhos (PSG) – 70 milhões de euros (R$ 449,4 milhões)
  • Zagueiro – Diego Carlos (Sevilla) – 50 milhões de euros (R$ 321 milhões)
  • Lateral Esquerdo – Renan Lodi (Atlético de Madri) – 30 milhões de euros (R$ 192,6 milhões)
  • Volantes – Casemiro (Real Madrid) – 70 milhões de euros (R$ 449,4 milhões)
  • Volantes – Fabinho (Liverpool) – 60 milhões de euros (R$ 385,2 milhões)
  • Ponta Direta – Rodrygo (Real Madrid) – 45 milhões de euros (R$ 288,9 milhões)
  • Meia ofensivo – Philippe Coutinho (Barcelona) – 40 milhões de euros (R$ 256,8 milhões)
  • Ponta Esquerda – Neymar (PSG) – 110 milhões de euros (R$ 706,2 milhões)
  • Atacante – Gabriel Jesus (Manchester City) – 60 milhões de euros (R$ 385,2 milhões)

Por conta do mercado do futebol valorizar a idade dos atletas, projetando seu desempenho futuro, alguns jogadores importantes da seleção ficam de fora. O zagueiro Thiago Silva é um dos titulares que mais possuem a confiança do comandante. No entanto, perde a vaga para Diego Carlos, visto que o defensor possui 28 anos, enquanto o atleta do Chelsea está com 36.

Thiago Silva custa atualmente apenas 3,5 milhões de euros (R$22,47 milhões), já o zagueiro do Sevilla está avaliado em 50 milhões de euros (R$ 321 milhões), uma diferença de quase 300 milhões de reais. O atacante Richarlison está avaliado em 60 milhões de euros, mas fica fora da lista por jogar na mesma posição que Neymar. Assim como Firmino, que tem custo de 55 milhões de euros, mas fica atrás de Gabriel Jesus.

Nome de confiança de Tite, Thiago Silva está avaliado em 3,5 milhões de euros
Nome de confiança de Tite, Thiago Silva está avaliado em 3,5 milhões de euros (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Próximos jogos da Seleção Brasileira

O Brasil tem confrontos pelas Eliminatórias contra o Equador, no Beira-Rio, dia 4 de junho, mas quatro dias depois viaja até o Paraguai para enfrentar os donos da casa. Logo depois dos confrontos contra os paraguaios, a seleção embarcar rumo à Colômbia para disputa da Copa América 2021, de 13 de junho a 10 de julho.

A estreia da equipe de Tite está marcada para o dia 14, às 20h, contra a Venezuela no Estádio Atanásio Girardot.

+Tabela da Libertadores 2021: datas e horários dos jogos da 5ª rodada

Você pode gostar também
buy cialis online