O que aconteceu com Maurício Souza após a demissão do Minas

Jogador atingiu 1 milhão de seguidores no Instagram desde a postagem polêmica que lhe rendeu demissão

Depois de toda a polêmica envolvendo Maurício Souza por postagens com teor homofóbico nas redes sociais, que resultou na demissão do Minas, o atleta ganhou um milhão de seguidores, além de apoio de jogadores de futebol e políticos. Acompanhe o fio e veja tudo o que sabemos sobre o pós-demissão de Maurício Souza do vôlei.

 

+ Após demissão, Maurício Souza pode jogar fora do país

O que aconteceu com Maurício Souza após a polêmica de postagens no Instagram?

Mesmo com a demissão do Minas, o atleta continuou postando fotos, desenhos e mensagens reafirmando o seu posicionamento, ganhando 620 mil curtidas e mais de dois milhões em visualizações nos posts. Além disso, Maurício passou de 325 mil para 1 milhão de seguidores em apenas um dia.

Ao mesmo tempo em que atletas, personalidades e jornalistas repudiaram as falas com teor homofóbico de Maurício, jogadores de futebol, políticos e até atletas do basquete saíram em defesa do central. Nos comentário de todas as publicações é possível ver uma enxurrada de comentários tanto a favor como contra por parte de torcedores e personalidades.

Confira a postagem a seguir que Maurício publicou um dia depois de ser demitido do clube mineiro e que também gerou polêmica.

Maurício Souza vôlei demissão
Postagem de Maurício nas redes sociais. Foto: Reproduçaõ Instagram

 

O técnico da Seleção Brasileira de Vôlei, Renan Dal Zotto, confirmou que as portas da equipe estarão fechadas daqui em diante para Maurício Souza. O comandante também informou em entrevista ao jornal OGlobo que qualquer tipo de preconceito não será tolerado. O jogador participa da Seleção desde 2013 onde conquistou sete títulos, entre eles, a medalha de ouro em 2016 nos Jogos Olímpicos no Rio, o Mundial em 2019 e a Liga das Nações em 2021.

Ao atingir 700 mil seguidores, Maurício divulgou através dos stories uma série de vídeos em que agradece o apoio dos novos amigos. Porém, internautas notaram indiretas ao ex-colega de Seleção, Douglas Santos, representante e ícone da comunidade LGBTQIA+.

Confira o vídeo completo de Maurício a seguir em que alfineta o ex-companheiro.

Grupo de parlamentares pede indiciamento do atleta por homofobia

Na sexta-feira, 29 de outubro de 2021, vinte parlamentares protocolaram uma representação no Ministério Público de Minas Gerais contra o jogador por declarações de teor homofóbico, além de notificar o Instagram pelo discurso de ódio.

Nos pedidos, os parlamentares pedem que uma ação penal pública seja aberta por incitação ao preconceito, a exclusão das postagens e a indeniazação em R$ 50 mil.

Entre os representantes estão vereadores como Erika Hilton (PSOL-SP), deputados estaduais como Leci Brandão (PC do B-SP), David Miranda (PSOL-RJ) e o senador Fabiano Contarato (Rede-ES).

Confira a lista completa a seguir.

Lista de parlamentares que apresentaram a representação ao MP. Foto: Reprodução Instagram

+ Confira a tabela completa da Superliga de Vôlei Masculino 2021

Entenda o caso da postagem de Maurício Souza

O jogador de vôlei postou em sua rede social, na época com mais de 200 mil seguidores, em 12 de outubro uma foto em que mostra o novo Super-Homem dos quadrinhos da DC como bissexual.

Com a repercussão, o Minas Tênis Clube, clube que o atleta defendia, se posicionou dizendo que respeitava a liberdade de expressão de cada jogador, mas que declarações homofóbicas não seriam toleradas. No mesmo instante, figuras do esporte e torcedores repudiaram a publicação.

Mesmo com avisos, o central continou com declarações polêmicas no Instagram. Na última terça-feira, o presidente do Minas, Ricardo Vieira Santiago, optou pelo afastamento de Maurício, assim como uma multa e a obrigatoriedade da retratação.

As coisas não melhoraram, o jogador manteve a sua postura e foi demitido.

Maurício Souza vôlei
Post de Maurício Souza nas redes sociais. Foto: Instagram Reprodução
Você pode gostar também