Máscara reconstrutora: aprenda a usar e recupere a saúde do seu cabelo

Se os seus fios estão frágeis, quebradiços e sem brilho então é hora de apostar no poder da máscara reconstrutora.

0 741

Sabe quando os cabelos estão quebradiços, com pontas duplas e sem vida? E se mesmo hidratando os fios você não vê melhora no aspecto, então a resposta para cuidar do problema pode estar na máscara reconstrutora.

Isso porque a reconstrução capilar é responsável por resgatar as fibras e as propriedades naturais dos fios. Ou seja, ela é capaz de devolver os componentes necessários para manter sua estrutura saudável.

 

Para que serve a máscara reconstrutora?

Máscara reconstrutora
Imagem: reprodução / Unsplash

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Os cabelos podem ser danificados por diferentes razões, como, por exemplo, procedimentos de alisamento químico, tintura e o uso frequente de secador, chapinha e modelador de cachos.

Ao perceber que os fios estão opacos, frágeis e precisando de um cuidado especial, o indicado é utilizar a máscara reconstrutora. Esse produto faz parte do processo de reconstrução, uma das etapas do cronograma capilar, rotina que identifica e resolve os problemas mais comuns dos cabelos.

O que acontece é que a máscara nutre as camadas externas dos fios ao repor proteínas, aminoácidos e minerais. Tais elementos são essenciais para que o cabelo fique macio, iluminado e sem peso. Para fazer isso, são usados diferentes ingredientes, entre eles colágeno, creatina e, principalmente, queratina. Essa é a proteína que forma o fio e que, entre outras funções, retém a umidade, mantendo-o hidratado.

Logo depois das primeiras aplicações é possível ver os resultados da reconstrução capilar. Os fios começam a se fortalecer, tornando-se mais resistentes e apresentando uma textura mais suave.

Nos casos mais graves, entretanto, é importante aliar a máscara reconstrutora com as outras fases do cronograma capilar: hidratação e nutrição.

 

Qual a frequência ideal para usar a máscara reconstrutora?

mascara reconstrutora
Imagem: reprodução Unsplash

 

Quando os cabelos estão muito danificados, a recomendação é aplicar a máscara reconstrutora apenas a cada 15 dias, já que, em excesso, o produto pode ter um efeito contrário: os fios ficam mais rígidos, facilitando a quebra.

 

Como usar o produto?

Para aplicar a máscara reconstrutora você precisa, em primeiro lugar, lavar bem os cabelos. Dê preferência a um shampoo antirresíduo, que não só limpa, como também abre a cutícula dos fios, o que facilita a absorção do produto em todas as camadas.

Seque um pouco o cabelo com uma toalha e, com ele ainda úmido, espalhe o produto com uma espátula ou pincel. Faça isso apenas no comprimento dos fios e nas pontas.

O tempo varia de acordo com cada máscara, por isso, preste atenção na recomendação da embalagem.

Por fim, lave os fios normalmente e finalize com condicionador, que vai fechar novamente a cutícula.

 

Sugestão de máscaras reconstrutoras

 

Confira algumas dicas de máscara reconstrutora para aplicar em casa.

L’Oréal Professionnel Absolut Repair Cellular: kit de tratamento para cabelos muito danificados que limpa, reestrutura, dá força e vitalidade para os fios.

Máscara Reconstrutora UTI Forever Liss: o produto hidrata, nutre e reconstrói os fios. Sua fórmula promete restaurar e revitalizar os cabelos.

Máscara Reconstrutora Argan Oil Lola Cosmetics: enriquecida com óleo, essa máscara para reconstrução capilar é vegana e permitida nos métodos no poo e low poo.

Reconstrução do Cerrado Skala: feita com produtos brasileiros, a linha da marca Skala acelera a reconstrução, diminuindo a porosidade dos fios.

Com informações do blog da Pajaris.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes