Tipos de cabelo: saiba quais são e como identificar o seu

Você sabia que existe um sistema de classificação com 12 tipos de cabelo que vai do liso ao crespo? Muitas pessoas podem não dar bola para isso, mas conhecer o seu tipo de cabelo e suas características é importante para utilizar os produtos adequados e deixá-lo mais saudável.

Portanto, descubra a seguir em qual categoria as suas madeixas estão inseridas.

 

Tipos de cabelo: aprenda a identificar pelo sistema de classificação Andre Walker

 

O sistema de classificação de tipos de cabelo foi criado pelo cabeleireiro norte-americano Andre Walker. Inclusive, ele é conhecido por cuidar das madeixas da apresentadora Oprah Winfrey. Muito poder, não é?

Com a finalidade de tipificar os cabelos, ele desenvolveu esse sistema que classifica várias texturas de cabelo em quatro tipos e suas subcategorias. A classificação utiliza números e letras, indo do 1A ao 4C. Na imagem abaixo você vai entender melhor o que estamos falando.

 

Extravasa Hair (Reprodução / Instagram)

 

Tipo 1 cabelos lisos: são os cabelos lisos e que não apresentam curvas. Esse tipo tem 3 subcategorias.

Tipo 2 cabelos ondulados: ele possui também 3 subcategorias que diferenciam a textura dos fios e das curvas. Possuem mais forma e movimento.

- PUBLICIDADE -

Tipo 3 cabelos cacheados: são aqueles cachos mais soltos ou definidos.

Tipo 4 cabelos crespos: são fios mais enrolados desde a raiz e divididos em 3 classificações.

Dessa maneira, na próxima vez que você ouvir no salão que o seu cabelo é do tipo 1B, não se assuste.

Quais são os tipos de fios e suas características?

 

Como você viu até agora, cada cabelo possui uma classificação diferente, resultando em cuidados especiais para cada um. Por isso, entender as características do fio é uma forma de te auxiliar na escolha dos produtos ou tratamentos corretos para os seus cabelos.

No entanto, se você ainda tem dificuldades para identificar ao seu tipo de cabelo, faça esse teste muito simples: lave os cabelos, penteie e deixe-os secar naturalmente. Dessa maneira é fácil analisar a textura dos fios e das curvas.

 

Cabelo liso

Reprodução / Unsplash

 

Cabelo liso 1A: geralmente, esse cabelo é bem liso e escorrido que chega a ser difícil manter algum acessório ou penteado nele por muito tempo. Por outro lado, é um tipo de cabelo que costuma ser mais oleoso e brilhoso. Ou seja, se é o seu caso, invista em produtos que limpem profundamente o couro cabeludo para controlar a oleosidade.

 

Cabelo liso 1B: em primeiro lugar, esse tipo de cabelo possui fios mais grossos e encorpados, apesar de ainda ser liso. Se você quiser mantê-lo brilhoso e mais alinhado, aplique o condicionador só nas pontas.

 

Cabelo liso 1C: são fios bem mais grossos que no tipo 1B, pesados, retos e brilhosos. Por essas características, é bom utilizar produtos que removam bem a oleosidade da raiz. Esse tipo de cabelo é muito comum entre as orientais.

- PUBLICIDADE -

Cabelo ondulado

Gisele Bündchen (Reprodução / Instagram)

 

Cabelo ondulado 2A: é um quase liso que possui fios em formato de S bem suave e leve. Isto que dizer que o fio na raiz é liso e segue assim até as pontas, que ganham pequenos movimentos. Em resumo: se for o seu tipo de cabelo, utilize produtos leves como gel e mousse para não deixá-lo pesado.

 

Cabelo ondulado 2B: apesar desse tipo ainda ter ondas em formato de S, os seus fios são mais definidos e tendem a apresentar mais frizz no topo da cabeça. Só para exemplificar: são as ondas tipo Gisele Bündchen. Para manter os fios sempre bonitos, aposte em produtos a base de gel ou mousse.

 

Cabelo ondulado 2C: por último, essa categoria possui fios mais grossos e com bastante volume, além da curva em “S” ser mais acentuada. Portanto, é aconselhável utilizar finalizadores e cremes ativadores de cachos mais leves.

Cabelo cacheados

- PUBLICIDADE -

Reprodução / Unsplash

 

Cabelo cacheado 3A: certamente, quem tem esse tipo de cabelo já ouviu muito o trecho da canção de Roberto Carlos, “debaixo dos caracóis dos seus cabelos…”. Tudo porque essa categoria apresenta a formação de caracóis que crescem desde a raiz ou a partir do meio do cabelo. Costuma ter muito brilho e é fácil de modelar.

 

Cabelo cacheado 3B: em princípio, esse cabelo tem cachos mais definidos, apertados e com ondulações em espiral. Ele é o equilíbrio entre o 3A e 3C. Nesse caso, o indicado é utilizar cremes ativadores de cachos e com controle de frizz, pois eles também costumam ser mais secos.

 

Cabelo cacheado 3C: geralmente, são fios mais finos e frágeis, o que significa cuidados constantes na hidratação. Além do mais, os cachos são super definidos, fechados e estreitos.

Cabelo crespos

Tais Araújo (Reprodução / Instagram)

 

Cabelo crespo 4A: também conhecidos como cabelos afros, esse tipo forma fios bem enrolados a partir da raiz e tem bastante volume. Os cachos em espiral parecem molinhas. Por conta disso, a sua estrutura frágil e fina merece uma atenção especial, como hidratação e evitar lavagens todos os dias.

 

Cabelo crespo 4B: em segundo lugar, esse tipo de cabelo tem mechas menos definidas, mas que formam um Z (zigue-zague). Assim como no 4A, são fios também finos e que podem apresentar um aspecto ressecado. Desse modo, não deixe a hidratação de lado e desembarace os fios com um pente de dentes largos para não quebrá-los.

 

Cabelo crespo 4C: por fim, chegamos ao último tipo de cabelo e não menos importante. Ele é considerado o mais frágil entre os três e possui também os fios em formato zigue-zague, porém com algumas áreas sem nenhuma definição. Vale caprichar em produtos potentes para hidratação, além de tratamentos com óleos.

Comentários (0)
Comentar