Como Kate Middleton e Meghan Markle se transformaram em ícones da moda

Peças acessíveis, itens esgotados e prestígio para as marcas: o que significa o efeito Kate Middleton e o efeito Meghan Markle para os negócios de moda

O efeito Kate Middleton na moda não é um fenômeno novo e, da mesma forma, influenciou a maneira como o público vê o estilo de Meghan Markle. Não há como negar que qualquer peça que as duquesas usam, seja roupa ou acessório, vira tendência. Imediatamente. E, como consequência, se esgotam rapidamente nas lojas e elevam as marcas a outro patamar de popularidade.

Um exemplo disso foi o vestido azul marinho de Kate Middleton usado no anúncio do seu noivado com o príncipe William, em 2010. A peça comportada em jersey de seda se tornou símbolo de elegância e sofisticação. Tanto que a marca Issa London, criada pela brasileira Daniella Helayel, teve um aumento absurdo na demanda pelo vestido, que em poucas horas se esgotou. E continuou rendendo frutos com uma imensa lista de pedidos durante semanas.

Kate Middleton Meghan Markle
Reprodução / Pinterest

Após a chancela real, Scarlett Johansson e Jennifer Lopez estiveram no hall das celebridades que também endossaram a marca, vestindo Issa em eventos e no tapete vermelho. Então, com o aumento estratosférico dos pedidos da marca, a Issa não deu conta da demanda e decidiu fechar as portas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“Quando Kate usou aquele vestido, tudo mudou. Desde o dia do noivado real, nossas vendas dobraram. Não tinha dinheiro para financiar uma produção nessa escala”, disse Daniella ao Daily Mail em 2016. E este feito não foi exclusivo de Kate Middleton: mesmo antes de ser oficialmente um membro da realeza, Meghan Markle também viu seus looks sendo buscados, copiados e, como resultado, esgotados das lojas.

Moda de Hollywood na terra da rainha

Assim, em 2018, não foi surpresa quando Meghan Markle foi eleita pela revista People a mulher mais bem vestida do mundo. Desse modo, a duquesa de Sussex foi a primeira pessoa da família real britânica a entrar na cobiçada lista da publicação. Seu estilo minimalista e super chique caiu como uma luva nos padrões da realeza. E, ao mesmo tempo, pareceu acessível e despretensioso a centenas de milhares de plebeias em todo o mundo.

Após seu casamento com o príncipe Harry em maio do mesmo ano, o mundo viu Meghan Markle usando um vestido de noiva Givenchy. Com isso, as pesquisas pela estilista da marca, Claire Waight Keller, aumentaram nada menos que 60% nas semanas seguintes ao enlace real. Ou seja, segundo o e-Bay chegou a marca de 55 buscas por hora na época.

Reprodução / Instagram

O mesmo aconteceu com outros itens usados pela duquesa. Estas peças escolhidas a dedo por Meghan e sua equipe de estilo não só se esgotam rapidamente nas lojas, mas também são capazes de aumentar as vendas de outros produtos das mesmas marcas. Quando Meghan Markle usou um colar estilo patuá para espantar mau-olhado durante viagem à África do Sul no ano passado, as vendas de todo o portfólio da grife Alemdara aumentaram mais de 25 vezes em apenas algumas semanas.

Efeito Kate Middleon, efeito Meghan Markle

Recentemente, o índice Lyst examinou alguns dos looks de moda de Kate Middleton e Meghan Markle mais comentados dos últimos dois anos. Conforme dados de mais de 20 milhões de consultas neste período, as aparições públicas de Kate leva a um aumento de 119% na demanda online por um determinado produto na semana seguinte. Entretanto, os looks de Meghan trazem, em média, um expressivo aumento de 216%.

meghan markle kate middleton
Reprodução / Pinterest
Reprodução / Pinterest

No entanto, o que se observou é que as duas duquesas têm perfis diferentes de impacto no comportamento de compras online. Embora ambas tenham o poder de elevar nas alturas os valores das marcas e produtos que escolhem usar. Assim, a influência do efeito Meghan Markle, por exemplo, está na pesquisa por cores, enquanto Kate estimula a busca por estilistas e marcas específicas.

Na prática, entre os dez momentos de moda mais comentados de Kate, sete impulsionaram buscas online pelas grifes que ela estava usando. Entre elas, Jenny Packham que assinou diversos vestidos de festa sob medida para a duquesa de Cambridge. Já no caso de Meghan, seu guarda-roupa real levou a um aumento por looks de cores específicas, entre elas, marinho e branco.

Meghan Markle fora da realeza

Entretanto, nos últimos meses, Meghan Markle e o príncipe Harry se afastaram dos compromissos oficiais como membros sêniors da família real. E talvez, por este motivo, o efeito Kate Middleton está ainda mais em alta na comparação com a cunhada. Além disso, durante a quarentena, a duquesa de Cambridge abusou de peças com preços populares nas lives realizadas nos últimos meses.

Isso significa um luxo acessível que pode ser facilmente adquirido. Por exemplo, em maio ela vestiu uma blusa de cor mostarda da Zara que custava £29,99 (cerca de 213 reais nos valores de hoje). A peça, é claro, não só se esgotou em horas como teve um aumento global de 41% pelo item. O mesmo aconteceu agora em setembro com um vestido estampado e detalhe em renda, no valor £9,99 (R$ 72,00) que também desapareceu do e-commerce.

meghan markle kate middleton
Reprodução / Zoom
Reprodução / Daily Mail

E essa tendência parece se confirmar: de acordo com a Lovethesales.com , as pesquisas de moda por Meghan caíram de mais de 200% para apenas 31% desde janeiro após a saída da duquesa de Sussex da vida pública. E ao que tudo indica, Kate Middleton continuará ostentando o primeiro lugar no ranking dos influencers da Coroa seguida (por que não?) por sua filha, a princesa Charlotte de apenas 5 anos.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes