Bolsonaro veta distribuição de absorventes para jovens de baixa renda

Agora, o Congresso tem 30 dias para decidir o futuro do projeto. 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vetou a distribuição gratuita de absorventes para jovens de baixa renda de escolas públicas e para mulheres em situação de rua ou de vulnerabilidade extrema. A decisão foi publicada na edição do “Diário Oficial da União” desta quinta-feira, 7 de outubro.

O projeto surgiu na Câmara dos Deputados e foi aprovado pelo Senado Federal em 14 de setembro, mas foi barrado em partes pelo presidente.

Isso porque, Bolsonaro chegou a sancionar o projeto, levando à criação do Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual. No entanto, o mandatário vetou o artigo 1º, justamente o que permitia a distribuição de absorventes.

Outro veto de Bolsonaro foi sobre a inclusão do item de higiene pessoal como parte das cestas básicas distribuídas pelo Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.

O veto de Bolsonaro sobre a distribuição gratuita de absorventes pode ser derrubado pelo Congresso, que agora tem 30 dias para decidir o futuro do projeto.

Por que Bolsonaro veta distribuição gratuita de absorvente?

De acordo com a justificativa do veto de Bolsonaro, o texto do projeto não teria estabelecido a fonte de custeio, ou seja, como esses absorventes seriam pagos. Mas de acordo com o aprovação da Câmara e Senado, os itens seriam pagos com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS).

Por sua vez, Bolsonaro decretou que os absorventes não estão na lista de medicamentos considerados essenciais pelo SUS. E restringir a distribuição para um grupo de pessoas não atendia ao princípio de universalidade do sistema único de saúde.

O presidente manteve um trecho que obriga que o Poder Público promova campanhas informativas sobre a saúde menstrual e ainda autoriza que gestores da área da educação realizem gastos necessário para o atendimento ao que está previsto na lei.
Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes