Eleições 2020: Saiba como identificar e denunciar Fake News

As votações recentes, tanto no Brasil como nos Estados Unidos foram marcadas pela quantidade de notícias falsas disseminadas por meio das redes sociais.

Eleições 2020 – As eleições de 2018 ficaram marcadas pela quantidade de Fake News disseminadas, principalmente online. Por isso, algumas iniciativas, privadas e governamentais, vêm tentando promover meios para combater as notícias falsas e denuncia-las. Principalmente em 2020, pois as campanhas serão feitas, em grande parte, virtualmente. Então, confira agora como identificar e denunciar uma fake news.

Eleições 2020: Fake News

As eleições são um grande palco para disseminação de informações falsas, pois envolve a politica. Nesse quesito, as Fake News podem estar relacionadas tanto a candidatos, como a própria justiça eleitoral ou mesmo o processo eleitoral. Por exemplo, em 2018, notícias e vídeos falsos foram divulgados em massa apontando fraudes na urna eletrônica.

Além disso, esse não é um fato isolado do Brasil, nas eleições dos Estados Unidos de 2016, a população conviveu com o mesmo problema. Como a desinformação é um problema para a sociedade, em geral, alguns mecanismos são desenvolvidos para que a população fique atenta e evite divulgar conteúdos falsos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Como identificar uma Fake News?

  • Verifique as fontes: se as fontes não forem oficiais ou confiáveis, não compartilhe.
  • Pesquisar: antes de compartilhar noticias, é importante fazer uma pesquisa mais profunda para ter certeza sobre a veracidade do conteúdo.
  • Cheque os dados: é importante checar os dados na notícias são verdadeiros e estão corretos.
  • Confira se é algum especialista: quando ler uma notícia, principalmente polemica ou política, veja se há algum especialista tratando do assunto. Pois isso passa confiabilidade.
  • Cuidado com mensagens encaminhadas: muitas pessoas fazem disparos de mensagens falsas e as encaminham via celular. Por isso, quando receber mensagens assim, cheque a veracidade.
  • Cuidado com conteúdos políticos: as fake news, muitas vezes, são usadas para campanhas eleitorais. Então, se receber algum conteúdo politico, deixe o viés de lado e confira a informação.

PL das fake news?

O PL das Fake News, projeto de lei 2630/20, formalmente chamado de Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet tem como objetivo principal frear o compartilhamento de noticias falsas pela internet. Além de responsabilizar e punir aqueles que estão manipulando e divulgando informações errôneas. Os principais pontos do PL seriam barrar o encaminhamento de mensagens em massa; rastreamento de mensagens; cobrar do responsável e da plataforma que criar ou divulgar notícias falsas.

Foto mostra pessoa mexendo no celular.

Impacto das Fake News?

Em entrevista ao site do TSE, o juiz auxiliar da Presidência do TSE Marco Antônio Martin Vargas comenta que o cidadão é o maior destinatário do processo eleitoral, na medida em que o seu voto e a sua escolha permitirão o fortalecimento da democracia por intermédio da escolha de seus representantes. Por isso, é importante que ele fique atento para identificar e denunciar as Fake News.

Eleições 2020: como denunciar fake news?

O Tribunal mantém, desde agosto de 2019, o Programa de Enfrentamento à Desinformação com Foco nas Eleições 2020, que conta com a parceria de 52 instituições. Entre partidos políticos, entidades públicas e privadas, associações de imprensa, plataformas de mídias sociais, serviços de mensagens e agências de checagem. A ideia da iniciativa é que todos possam colaborar com o combate à desinformação e também a levar as informações corretas e precisas à população.

Existem o Pardal, novo aplicativo do TSE, que permite que o cidadão faça denuncias de atos eleitorais irregulares, em tempo real, e envie a Justiça para apuração dos fatos. É possível baixar o aplicativo no celular. Mas também há uma versão para web, que permite aos eleitores fazer denuncias.

É possível fazer denuncias pelo Ministério público Eleitoral, o órgão disponibiliza links para cada região. O aplicativo WhatsApp criou um canal específico com o TSE para diálogo e denúncias. O número para suporte do TSE é +55 61 9637-1078 . Acesse também o formulário para denuncia de disparo de mensagens em massa por WhatsApp. Além disso, nas redes sociais como Facebook, Instagram e Tik Tok é possível denunciar os conteúdos falsos por meio da própria plataforma. Em algumas delas, o TSE tem uma página de apoio para ajudar os usuários.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes