Eleições 2020: como baixar o aplicativo do e-Título

Independente da apresentação do título de eleitor digital, é necessário o porte de um documento oficial com voto para votar

Eleições 2020 – O dia 15 de novembro está próximo e os eleitores devem estar atentos às orientações sobre como votar. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permite que o cidadão vote com qualquer documento oficial com foto, não precisa, necessariamente, do título de eleitor em mãos. Porém, a situação com a Justiça deve estar regular, ou seja, sem pendências de multas por ausência, crimes eleitorais, entre outros.

Diante disso, o TSE disponibilizou um aplicativo do título de eleitor, chamado e-Título, contendo informações sobre a zona e seção eleitoral do cidadão, assim como o número do seu título e o endereço de seu respectivo local de votação. As vantagens estão, justamente, na praticidade de ter as informações no celular, mas, ainda sim, é preciso levar um documento oficial com foto para as eleições 2020.

Essa exigência se deve pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) que, após as últimas eleições presidenciais em 2018, removeu o espaço que continha a imagem do eleitor.

Como baixar o aplicativo do título de eleitor – Eleições 2020

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Nesta segunda-feira (9), o TSE divulgou em nota que o número de downloads do aplicativo e-Título superou os quatro milhões, tornando-se, atualmente, o mais baixado do país nas categorias “apps em alta”, na Google Play, e “apps gratuitos”, na Apple Store.

O e-Título também tem funções que permitem o eleitor justificar seu voto nas eleições 2020, em caso de ausência, candidate-se a mesário voluntário e até mesmo consulte débitos e pendências com a Justiça.

Confira o passo a passo de como baixar e cadastrar, tenha um celular conectado à Internet:

  1. Baixe o aplicativo pela Google Play, clicando aqui;
  2. Ou baixe o aplicativo pela Apple Store, clicando aqui;
  3. Em seguida, preencha as informações solicitados: número do seu título de eleitor ou o CPF; nome completo; os nomes do pai e mãe completos; e a data de nascimento;
  4. Logo após, crie uma senha de acesso;
  5. Dentro do app, as funções estão bem fáceis de serem localizadas e executadas, em caso de problemas técnicos ou outras dificuldades,  entre em contato com a ouvidoria do TSE.

Veja também: como consultar o número do título de eleitor pelo CPF ou nome!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes