Eleições 2020: SP não terá ‘Lei Seca’ e venda de álcool está liberada

Pela primeira vez em doze anos, o estado não terá restrição à comercialização de álcool. Segundo TSE, decisão é das secretarias estaduais de segurança pública

Eleições 2020- O estado de São Paulo não terá restrições ao consumo e à comercialização de bebidas alcoólicas no primeiro e segundo turnos (15 e 29 de novembro)  das  Eleições 2020. Será a primeira vez que isso acontece desde 2008.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE),  a instituição da Lei Seca é de responsabilidade das secretarias de Segurança Pública de cada estado, em conjunto com o respectivo TRE.

 

No entanto, a SSP-SP informou que continuará realizando pontos de bloqueio para a fiscalização da Lei Seca no trânsito, podendo autuar motoristas por consumo de álcool, recusa ao teste do bafômetro ou por dirigir embriagado ou sob o efeito de álcool. A partir de sábado (14), as polícias Civil e Militar de São Paulo deflagram a Operação Eleições 2020, com esquema especial de policiamento e atuação em delegacias. O objetivo é garantir a segurança da população e a legitimidade das eleições.

Hoje (13), a Polícia Militar já está trabalhando para garantir a segurança das urnas eletrônicas e na escolta dos equipamentos até os locais de votação.

Eleições 2020: Como funciona a Lei Seca?

Criada em 1967, a Lei Seca está prevista no artigo 347 do Código Eleitoral. Ela impede que bebidas alcoólicas sejam comercializadas na véspera e no dia do pleito. A ideia da restrição é prevenir que os eleitores votem com a consciência alterada. Pois no momento da escolha, o governo pretende que todos estejam sóbrios e tenham completa noção do que estão fazendo. Por isso, bares, restaurantes, postos de gasolina e distribuidoras ficam proibidos de vender bebidas alcoólicas na eleição. Isso significa que, até o fechamento das urnas, às 17h, o eleitor não pode consumir nenhum tipo de bebida alcoólica. Para esse tipo de infração, a pena é prisão de três meses a um ano e pagamento de multa. Além disso,  estabelecimentos podem ser fechados.

Contudo, essa lei já sofreu mudanças e foi flexibilizada com o tempo. Atualmente, nem todas as cidades têm essa restrição, alguns locais permitem o consumo de bebidas na véspera e no dia de votação.  Pois hoje, as Secretarias de Segurança dos Estados são os responsáveis por determinar a aplicação da Lei Seca. Então, em cada lugar a lei vai atuar de uma maneira.

Eleições 2020: saiba como acompanhar os resultados pelo celular

Eleições 2020: saiba como encontrar candidatas mulheres em sua cidade

Eleições 2020: saiba como funciona a urna eletrônica

Eleições 2020: saiba como justificar pelo celular a partir do E-título

Eleições 2020: saiba como checar fake news com o robô do TSE

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes