Eleições 2020 SP: quem os candidatos derrotados apoiam no 2º turno?

No primeiro turno Covas (PSDB) obteve 32,85% e Boulos (PSOL), 20,24%. Por enquanto, Boulos tem mais apoiadores declarados

No último domingo (15) foi o primeiro turno das Eleições 2020 nos 5.567 municípios do Brasil. Na capital paulista, os dois candidatos que passaram para o segundo turno foram Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL), com 32,85% e 20,24%, respectivamente.

De acordo com a apuração de votos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os outros 11 candidatos na disputa pela prefeitura obtiveram menos de 15% dos votos válidos – Márcio França do PSB (13,64%), Celso Russomanno do Republicanos (10,50%), Arthur do Val do Patriota (9,78%), Jilmar Tatto do PT (8,65%), Joice Hasselmann do PSL (1,84%), Andrea Matarazzo do PSD (1,55%), Marina Helou do Rede (0,41%), Orlando Silva do PCdoB (0,23%), Levy Fidelix do PRTB (0,22%), Vera do PSTU (0,06%) e Antônio Carlos do PCO (0,01%).

Veja também: como funciona o segundo turno?

Candidatos que declararam apoio a Covas ou Boulos

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Alianças ainda serão formadas, mas alguns dos candidatos derrotados no primeiro turno já declaram para quem vai o seu apoio, se para Bruno Covas, Guilherme Boulos, ou nenhum dos dois. Confira!

  • Márcio França (PSB)

O candidato não declarou apoio a nenhum dos candidatos, até o momento. Mas, postou na rede social do Instagram um vídeo, no qual lamenta a derrota e deseja boa sorte a Covas e Boulos. Veja:

  • Celso Russomanno (Republicanos)

Russomanno ficou em 4º lugar na disputa pela Prefeitura de São Paulo, as pesquisas já apontavam essa queda nas intenções de votos. O republicano é apoiador de Jair Bolsonaro (sem partido) e confirmou nesta terça-feira (17), em nota do partido, que apoiará Covas no segundo turno.

“O partido entende que a moderação e o equilíbrio são fundamentais para que a cidade possa avançar e que Bruno Covas é a pessoa mais preparada para isso”, diz nota do Republicanos.

  • Jilmar Tatto (PT)

O petista foi preciso na declaração em apoio a Guilherme Boulos no segundo turno das eleições 2020. Em uma publicação no Twitter, Tatto agradeceu o apoio dos eleitores e disse que havia ligado para o candidato do PSOL, a quem chamou de irmão mais novo, para desejar boa sorte e firmar sua aliança. Em outro tweet disse:

  • Arthur Do Val Mamãe Falei (Patriota)

O candidato que obteve 9,78% dos votos válidos no primeiro turno das eleições 2020, publicou um vídeo na sua rede social do Instagram criticando as pesquisas de intenção de voto durante a campanha eleitoral. Segundo ele, as estatísticas influenciaram mal os eleitores que, por não verem seu nome nos primeiros colocados, não votaram nele.

No vídeo, Arthur Do Val, além de agradecer seus apoiadores, também critica os candidatos que foram para o 2º turno, afirmando que é triste a situação da capital por está entre “um dos piores prefeitos da história de São Paulo” e o “invasor de propriedades”. Ou seja, não declarou apoio a Covas e nem a Boulos.

Veja o vídeo completo:

  • Joice Hasselmann (PSL)

A candidata foi sucinta ao parabenizar Covas e Boulos, mas ainda não declarou apoio a nenhum. Em sua conta na rede social do Twitter disse ter convicção de que os dois candidatos não as melhores opções para a capital paulista, e que seguirá lutando pela cidade e estado de São Paulo. Veja:

  • Orlando Silva (PCdoB)

O candidato declarou apoio do PCdoB a Guilhermo Boulos do PSOL. Ainda afirmou que o mais importante foi ter derrotada Bolsonaro no primeiro turno e que continuará lutando contra o racismo, fascismo e desigualdade social. Veja o tweet publicado por Orlando Silva:

Demais candidatos e outros políticos

Os outros candidatos derrotados no primeiro turno não se pronunciaram sobre apoiar algum dos candidatos, até o momento, apenas agradeceram seus eleitores nas redes sociais.

Quanto aos políticos de outros partidos e estados, Guilherme Boulos (PSOL) tem o apoio do PT de São Paulo e PCdoB, como esperado após a declaração dos rivais na disputa. Lula e Dilma Rousseff, ex-presidentes do Brasil, também apoiam o candidato. Fernando Haddad (PT) está engajado nas redes sociais, principalmente Twitter, nos posicionamentos contra Covas e apoio a Boulos. Veja:

Veja também: qual o partido que mais elegeu prefeitos no Brasil?

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes