Eleições SP 2020: de Cachorro Caramelo a Jamanta, veja os candidatos ‘diferentões’

Os nomes variam de animais, personagens e apelidos. Ao todo, a cidade de SP tem 1.949 candidaturas a vereador nas eleições municipais 2020.

As eleições municipais de SP tem 1.979 candidaturas ao cargo de vereador. Sendo assim, desde o início da campanha eleitoral, 27 de setembro, nomes “diferentões” vêm ganhando notoriedade, a fim de concorrer alguma vaga na Câmara Municipal.

Os nomes variam entre apelidos, animais, utensílios, personagens, nomes em inglês e até mesmo estados brasileiros. Isso para facilitar a memorização e tentar conquistar votos. Portanto, não existem regras quanto a escolha do nome da urna, desde que o leitor saiba o número do candidato.

Sabendo disso, o jornal DCI preparou uma lista de nomes inusitados de candidatos a vereador nas eleições municipais de SP. Confira, abaixo:

  • Agente Jota (PSC);
  • Alemão do Açougue (PTC);
  • Alemão Presidente (PTC)
  • Amarelinho (PSC);
  • André Bicho Solto (PDT);
  • Bananinha Maluco (MDB);
  • Bebê vem aí (PC do B);
  • Borracha (Cidadania);
  • Buiu do Povo (Pode);
  • Cachorro Caramelo (Patriota);
  • Cebolinha  (PTC);
  • Diretor Goiabinha  (PP);
  • Jamanta (Solidariedade);
  • Marcos North Coast  (PT);
  • Papai Noel Toninho Gusman (PTB);
  • Pedala Robinho  (MDB);
  • Pegadinha (Avante);
  • Peixe  (PC do B);
  • Penteado (PL);
  • Popó do Cemitério (PSD).

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Como ser candidato a vereador?  – Eleições Municipais SP

A eleição de um vereador é pela quantidade de votos, que varia conforme o partido e a cidade em que concorre. Dessa forma, ganha aquele que possuir mais votos. Contudo, para ser candidato nas eleições municipais, algumas regras precisar ser obedecidas.

Sendo assim, para se candidatar a vereador, o cidadão deve residir na cidade em que pretende se eleger nos últimos 12 meses, antes do registro no TSE. Além disso, estar filiado a algum partido político, ter nacionalidade brasileira, ser alfabetizado e maior de 18 anos, bem como estar em dia com a Justiça Eleitoral. Se o candidato for homem, deve também ter o documento de reservista.

Sabendo disso, vale ressaltar que uma mesma pessoa pode se candidatar inúmeras vezes, mas também exercer mandatos seguidos ou não. Dessa forma, cada mandato tem duração de quatro anos, com direito a reeleição e assim, oito anos ininterruptos.

 

*A lista completa de candidatos está disponível em site especial do TSE.  

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes