Entenda a ligação de Eduardo Bolsonaro a invasão do Capitólio nos EUA

O deputado do PSL, Eduardo Bolsonaro, esteve em Washington, nos EUA, no dia da invasão ao Capitólio em janeiro de 2021.

O nome do deputado federal Eduardo Bolsonaro, o filho 03 do presidente Jair Bolsonaro, apareceu em uma reportagem americana relacionada a invasão ao Capitólio dos Estados Unidos, que aconteceu em 5 de janeiro de 2021.

De acordo com a investigação do advogado e colunista norte-americana Seth Abramson, publicada no site Proof no último sábado, 6 de março, a matéria mostrou nomes que participaram de uma suposta reunião pró-Donald Trump um dia antes da invasão ao Capitólio dos EUA.

Eduardo Bolsonaro teve ligação com a invasão ao Capitólio dos EUA?

Segundo apontou a reportagem investigativa de Seth Abramson, o deputado Eduardo Bolsonaro teve conexão com o ataque que aconteceu nos EUA no dia 6 de janeiro. Além dele, outras 22 influências tiveram seus nomes ligados na reunião que coincidentemente aconteceu um dia antes da invasão do Capitólio, no dia 5 de janeiro.

O encontro “clandestino” ocorreu em uma ala residencial privada da família Trump no Trump International Hotel, na avenida Pennsylvania, em Washington. A reunião chegou até a ganhar um apelido pela imprensa norte-americana, que definiu o encontro como “conselho de guerra”.

Imagem mostra Eduardo Bolsonaro e empresário Mike Lindell, nos EUA
Eduardo Bolsonaro e o empresário Mike Lindell (Foto: Reprodução/Twitter)

Um dia antes da suposta reunião, a jornalista da GloboNews, Raquel Krähenbühl, flagrou Eduardo Bolsonaro na Casa Branca dos EUA. Ele estava acompanhada da esposa, filha e Nestor Foster, embaixador do Brasil nos EUA. A repórter chegou a publicar um vídeo em que Eduardo Bolsonaro aparece, com a filha no colo, em frente à Casa Branca.

Já no dia da invasão, Eduardo Bolsonaro postou uma foto em seu Twitter, ao lado do empresário norte-americano e pró-Trump, Mike Lindell, que também teve seu nome citado na lista de presença da reunião “conselho de guerra”.  Como se não bastasse, Lindell também realizou uma live no dia 6 de janeiro, em que afirmou que esteve com “o filho do presidente do Brasil” na noite anterior.

Leia também

Lula é vacinado com a segunda dose contra covid-19 neste…

Ministros demitidos no governo Bolsonaro: 6 mudanças em 24…

Além de Eduardo Bolsonaro, outros 22 nomes marcaram presença no encontro que antecedeu a invasão no Congresso dos EUA, em Washington. Entre eles, estão os filhos do ex-presidente americano, Donald Trump Jr. e Eric Trump, e empresários como Daniel Beck, Mike Lindell, e políticos; Michael Flynn, ex-Conselheiro de Segurança Nacional, Rudy Giuliani, advogado de Trump e ex-prefeito de Nova York, Corey Lewandowski, membro do Conselho de Negócios de Defesa.

Segundo informações da revista Fórum, a bancada do PT no Senado deve apresentar na segunda-feira, 8 de março, um requerimento de informações para a embaixada Brasileira em Washington sobre o assunto. O texto será assinado pelo senador Jaques Wagner.

 

Invasão ao Capitólio: o que aconteceu?

Imagem da invasão ao capitólio dos EUA

(Foto: Reprodução/Twitter)A vitória de Joe Biden (Democrata) na disputa eleitoral dos EUA em 2020, não foi muito bem aceita pelos apoiadores de Donald Trump (Republicanos), que tentou a reeleição à presidência. No dia 6 de janeiro de 2021, um grupo pró-Trump invadiu o Capitólio, sede do Congresso dos EUA, em Washington. A invasão ocorreu durante a contagem oficial dos votos do Colégio Eleitoral para as eleições presidenciais.

O ato de vandalismo dos manifestantes que protestavam contra o resultado democrático da vitória de Biden, foi visto como uma tentativa de golpe pela mídia americana. Na ocasião, a polícia local conteve a situação, mas emitiu um alerta: “Dada uma ameaça interna no prédio, se abrigue no escritório mais próximo e fique quieto”.

Após a mensagem da polícia, foi decretado um toque de recolher a partir das 18h na capital americana. Os manifestantes lutaram com os oficiais e gritavam a palavra “traidores”.

Mostrar comentários (1)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes