Mulheres na política: veja 8 nomes que se destacam no Brasil e no Mundo

Nomes de mulheres na política se destacam, não apenas no Brasil, mas no mundo, com diferentes partidos e ideologias

O número de mulheres na política cresceu no Brasil. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral houve recorde de candidaturas femininas em 2020 . Assim, foram 186.144 pedidos de mulheres.

Além disso, também cabe notar que essas foram as primeiras eleições coma cota de 30% de candidaturas femininas. Com isso, cada partido reservou para mulheres 3 a cada 10 candidaturas a vereador.

Portanto, as mulheres na política buscam mais protagonismo. O que certamente se reflete no eleitorado, com 52% do número total.

Todavia, de fato alguns nomes se destacam mais que os outros. Não apenas no Brasil mas em todo o mundo. Primeiramente, como Dilma Rousseff, a primeira mulher eleita presidente no país.  E mais recentemente, temos o exemplo de Kamala Harris, a primeira vice-presidente nos Estados Unidos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Ainda que concorram com diferentes partidos e, portanto, representem ideologias distintas, o papel das mulheres dentro da política é crucial. Afinal, elas defendem desde o feminismo e questões de gênero até ideias mais conservadoras.

E assim, com essa alta de mulheres na política, confira agora mesmo uma lista com 8 nomes que fizeram a diferença no cenário brasileiro e mundial.

 

Dilma Rousseff
Imagem: Divulgação Roberto/Stuckert Filho.

1. Dilma Rousseff

Em primeiro lugar, formada em Economia e filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT), Dilma Roussef foi a 36ª Presidente do Brasil. Ela exerceu o cargo de 2011  até 2016, após um processo de impeachment. Desde a juventude se interessou pelo socialismo, aliando-se a movimentos de esquerda.

No governo do ex-presidente Lula, chefiou o Ministério de Minas e Energia e Casa Civil. Até que, em 2010, concorreu à eleição presidencial.

 

Kamala Harris
Imagem: Reprodução/Twitter

2. Kamala Harris

Na sequência, a advogada, a norte-americana Kamala Harris assume em janeiro de 2021 o cargo de vice-presidente dos Estados Unidos. Ela é, portanto, a primeira mulher eleita na história. É filiada ao Partido Democrata, onde se tornou senadora dos Estados Unidos pela Califórnia, em 2017.

Ademais, exerce o cargo de procuradora-geral da Califórnia desde 2011. Contudo, também entrou na história como a primeira mulher neste posto.

 

Sâmia Bomfim
Imagem: Reproução/Facebook

3. Sâmia Bomfim

Em terceiro lugar, outro nome que de destaca entre as mulheres na política é, Sâmia Bomfim. Em 2016, foi a vereadora mais votada em São Paulo. Filiada ao PSOL,  é deputada federal e defende pautas feministas.

É formada em Letras pela Universidade de São Paulo (USP), onde iniciou a sua militância política. Assim  em 2016, organizou as manifestações contra o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Também esteve a frente dos protestos contra a Cultura do estupro.

 

Margaret Thatcher
Imagem: Reprodução/Twitter

4 . Margaret Thatcher

A política britânica foi a primeira mulher eleita Primeira-Ministra do Reino Unido de 1979 a 1990. E Líder da Oposição entre 1975 e 1979. Também era conhecida como “Dama de Ferro”.

Fez uma série de medidas e mudanças e ainda anunciou um plano para a redução dos impostos, que passou a controlar. Bem como também realizou reformas institucionais nos sindicatos trabalhistas.

 

Janaína Paschoal
Imagem: Reprodução/Facebook

5. Janaína Paschoal

Outra representante das mulheres na política do Brasil é a advogada e política Janaina Paschoal. Ela  ficou conhecida como autora no pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Ainda em 2018, foi a deputada estadual mais votada da História. Na época, recebeu 2.060.786 de votos. E até hoje em dia defende pautas voltadas à educação, segurança pública e combate à corrupção.

 

Hillary Clinton
Imagem: Reprodução/Twitter

6. Hillary Clinton

A advogada e política norte-americana Hillary Clinton é uma das mulheres na política. Isso porque foi secretária de Estado dos Estados Unidos de 2009 a 2013.  EB.M senadora por Nova Iorque entre 2001 e 2009.

Também foi primeira-dama de 1993 a 2001, e na sequência candidatou-se junto ao Partido Democrata na disputa presidencial de 2016.

Ainda como primeira-dama dos Estados Unidos, lutou pela igualdade de gênero e a reforma da saúde. Depois, como secretária de Estado, defendeu a intervenção militar na Líbia, no ano de 2012.

Manuela d'Ávila
Imagem: Reprodução/Twitter

7.  Manuela d’Ávila

A jornalista Manuela d’Ávila também é uma das mulheres na política do Brasil. Em 2004 foi a vereadora mais jovem da história de Porto Alegre. Já em 2006 e 2010 se elegeu deputada federal.

Foi pré-candidata à Presidência para a eleição de 2018. Contudo, se uniu à campanha de Fernando Haddad, para vice-presidente.  Hoje em dia disputa o segundo turno para a prefeitura de Porto Alegre.

Angela Merkel
Imagem: divulgação/Harvard University

8. Angela Merkel

Por fim, a chanceler Angela Merkel que dirige a Alemanha desde 2005. Ademais, se reelegeu em março de 2018. Desse modo, Merkel é a primeira mulher neste cargo no país.

Ademais, ela recebeu o título de  “a mulher mais poderosa do mundo” pela revista Forbes. Portanto é uma grande representante das mulheres na política.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes