Senador Major Olímpio morre aos 58 anos vítima de Covid

Aliado do presidente Jair Bolsonaro, Major Olímpio teve a sua morte anunciada nesta quinta-feira (18/03). Ele estava internado com Covid-19 em São Paulo.

O senador do PSL, Major Olímpio, de 58 anos, morreu nesta quinta-feira, 18 de março, vítima de Covid. Ele estava internado desde o dia 2 de mês com a doença no hospital São Camilo, em São Paulo. Ele foi intubado no dia 5. A morte do político foi confirmada através das redes sociais, das contas oficiais do Major.

“Com muita dor no coração, comunicamos a morte cerebral do grande pai, irmão e amigo, Senador Major Olímpio. Por lei a família terá que aguardar 12 horas para confirmação do óbito e está verificando quais órgãos serão doados. Obrigado por tudo que fez por nós, pelo nosso Brasil”, publicou o perfil oficial do Major Olímpio no Twitter.

Sérgio Olímpio Gomes era do PSL, ex-partido de Jair Bolsonaro. Na época das eleições presidenciais, em 2018, Olímpio apoiou a candidatura de Bolsonaro e demonstrou apoio total ao seu governo. Mas a relação entre os dois foi cortada, e o senador chegou até a receber ataques de filhos do presidente pelas redes sociais.

Major Olímpio foi da Associação Paulista dos Oficiais da Polícia Militar do Estado de São Paulo, onde teve uma carreira militar de relevância, e conquistou o título de Major. No ano de 2018 ele foi o senador mais votado, acumulando 9 milhões de votos. Major Olímpio conquistou o eleitorado de Bolsonaro, mais conservador e de direita.

De acordo com o portal UOL, Major Olímpio teve uma melhora em seu quadro de complicações causadas pela Covid, na última terça-feira, 16 de março, mas piorou drasticamente na manhã desta quinta (18). Segundo fontes do gabinete do senador, os médicos já haviam dito para a família que o política sobreviveria “só por um milagre”.

O senador do PSL era pró-vacinação contra a Covid-19 e acreditava que esta era a “única solução para vencermos a batalha e retomarmos a economia”.

Políticos lamentam a morte de Major Olímpio devido à Covid

Seguidores e apoiadores do Major Olímpio lamentaram a morte do senador através das redes sociais. “Que isso sirva de reflexão para todos que minimizam a pandemia, que são contrários a medidas sanitárias eficientes e que culminam aglomerações a favor do vírus”, escreveu um internauta

Joice Hasselmann (PSL), Deputada Federal eleita por São Paulo, também escreveu uma mensagem sobre a perda do colega político. “Que Deus o receba e conforte a família. O Brasil perdeu um grande guerreiro, que foi injustiçado por ser honesto e verdadeiro, que tinha um coração de ouro. Descanse em paz, meu amigo”, disse.

O atual presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP) se posicionou através das redes sociais: “É com profundo pesar que recebo a notícia do falecimento do senador Major Olímpio na tarde desta quinta-feira. Meus sinceros sentimentos aos familiares e amigos.”

Já Damares Alves, Ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do governo Bolsonaro, desejou que “Deus conforte os corações de familiares e amigos do Major Olímpio” e também que a “nação esteja unida para combater o nosso único inimigo no momento, que é o vírus.”

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes