Viajar depois da pandemia: cuidados necessários e tendências para 2021

Saiba que estilo de viagem será mais buscados e como será a liberação dos demais países para turistas brasileiros

Como será viajar depois da pandemia? Este tem sido um pensamento constante para a muitas as pessoas que não veem a hora de retomar as viagens com segurança. 

A Covid-19 parou o mundo e, para os viajantes, tem sido o momento de pensar nas possibilidades futuras, nos cuidados que serão necessários e em outras informações que certamente farão a diferença na forma de cada um viajar depois da pandemia. 

Ainda é cedo para dizer de forma definitiva o que será diferente. Mas é fato que o turismo pós-pandemia não será igual ao que era antes, principalmente em relação às prioridades na hora de fazer as malas e escolher um destino e os tipos de passeios.

Dicas para viajar depois da pandemia
Imagem: Pixabay / Reprodução

 

Como será viajar depois da pandemia? 

Algumas tendências de viagem já podem ser notadas. A principal delas é a preferência por locais abertos ou locais mais isolados. Aproveitar a viagem ao ar livre e sem se preocupar com o distanciamento social estão entre os principais pontos levados em consideração pelos viajantes. O foco será o turismo sustentável.

Para quem está trabalhando de forma remota, uma tendência é mudar o home-office por alguns dias. Não uma viagem de férias, mas um cenário diferente onde seja possível curtir alguns passeios em segurança, mas manter o ritmo de trabalho. 

- PUBLICIDADE -

Destinos 

Os destinos menos visitados, em meio à natureza, sejam praias ou cachoeiras, ficam no topo da lista de quem pretende viajar depois da pandemia. As cidades menores e pouco exploradas serão mais buscadas que as grandes metrópoles, onde as aglomerações são inevitáveis.

E a maioria das viagens será para destinos mais próximos do local de residência, pois possibilitam ir e voltar com mais segurança, sem demandar longos deslocamentos e ficando períodos mais curtos. Além disso, não precisam de muito planejamento prévio e podem ser adiadas ou remarcadas sem problemas. 

Destino para viajar depois da pandemia
Imagem: Pixabay / Reprodução

Hospedagem 

Ao escolher a hospedagem, a tendência é buscar por aluguel de casas. Embora a maioria das pousadas e hotéis esteja cuidando das medidas preventivas e protocolos de segurança, há a questão de estar junto com outras pessoas.  

Alugar um espaço onde seja possível ficar apenas com a família ou os amigos – pessoas com as quais já há uma convivência – a segurança é realmente maior. Além disso, é possível fazer as compras, higienizar tudo o que for usado – cuidados que seguirão em alta ao viajar depois da pandemia.  

Transporte 

- PUBLICIDADE -

Para o deslocamento, embora os ônibus e aviões estejam funcionando com todos os cuidados recomendados pelos órgãos mundiais de saúde, as viagens de carro serão as melhores escolhas. 

Leia também

Rio de Janeiro além das praias: 12 lugares para conhecer

Mala extraviada: o que fazer e quais os direitos do…

O carro, seja próprio ou alugado, permite maior flexibilidade no roteiro. Além disso, não haverá contato com outras pessoas nem a necessidade de estar em um ambiente fechado compartilhado com mais gente. Estar de carro facilita também em relação aos cuidados com higienização. 

Alimentação 

Assim como as hospedagens, os restaurantes e bares precisam estar seguido os protocolos e se adequando ao que o novo momento pede. Manter o distanciamento das mesas e reduzir o número de clientes será um diferencial.  

O serviço de delivery, que já ganhou força durante a pandemia, também tende a ser mais usado mesmo durante as viagens. Muita gente irá preferir também fazer as compras no mercado e preparar as próprias refeições em casa. 

Tendências no turismo em 2021 

Em suma, o que se pode dizer sobre as tendências para viajar depois da pandemia: 

  • Lugares abertos, com muita natureza. 
  • Lugares mais isolados, com poucas pessoas. 
  • Deslocamentos feitos, primordialmente, de carro. 
  • Hospedagem em casas ou apartamentos alugados. 
  • Alimentação em lugares com pouca gente ou delivery. 

- PUBLICIDADE -

Destino para viajar depois da pandemia
Imagem: Pixabay / Reprodução

Até o momento, este tende a ser o cenário do turismo para 2021. Principalmente depois da chegada da vacina, que aumentará um pouco mais a tranquilidade ao viajar. A retomada das viagens não será impossível, mas será um estilo de viagem diferente da forma como a maioria estava acostumada. 

Mas tudo isso só faz sentido em relação aos destinos nacionais, para viagens realizadas dentro do Brasil. Se a ideia é fazer uma viagem internacional depois da pandemia, as coisas podem ser um pouco diferentes. Isso porque alguns países estão com restrições para turistas, principalmente do Brasil. E a comprovação da vacinação pode passar a ser exigida. 

Viagens internacionais depois da pandemia 

- PUBLICIDADE -

Para quem planeja viajar depois da pandemia para fora do Brasil, é importante se manter atualizado sobre as medidas tomadas no destino. Saber como está o controle da pandemia e também sobre a política de entrada de brasileiros. Também é necessário ter um seguro viagem que cubra atendimento e tratamento para Covid-19. 

Imagem: Pixabay / Reprodução

Ainda assim, não há como afirmar de forma definitiva quais os países liberados para brasileiros. Na Europa, foram definidos alguns critérios para que as fronteiras sejam reabertas, mas cada país tem autonomia para decidir como será a permissão da entrada de turistas não europeus.  

Fora da Europa também há diferenças entre as medidas de cada país. E a lista vai sendo modificada a cada dia, dependendo do controle da pandemia no local e, principalmente, do andamento da vacinação nos demais lugares. Isso indica que, para os brasileiros que querem viajar depois da pandemia, sair do país será um pouco mais demorado.

Se pretende comprar uma viagem por meio de uma agência, com pacotes, ou mesmo reservas individuais de passagens e hotéis, tenha atenção à política de reembolso. Por estarmos em um cenário instável, pode acontecer de a viagem não ser realizada. E é preciso estar resguardado para sabe se terá o seu investimento de volta ou a possibilidade de remarcação.  

O que se pode dizer até o momento é que setor de turismo segue se adaptando para o “novo normal”, mas é importante que os turistas também se adaptem. Pensar em tudo isso antes de planejar as férias fará toda a diferença para quem pretende viajar depois da pandemia com segurança e tranquilidade. 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes