Café com macadâmia gera alta produtividade

As árvores do fruto proporcionam condições climáticas mais favoráveis para o desenvolvimento dos cafezais em MG e SP e, em contrapartida, aproveitam todo trato destinado à cultura do grão

São Paulo – Pode parecer uma combinação incomum, mas no Sul de Minas Gerais e em São Paulo não é. Plantado ao lado de macadâmias em áreas irrigadas, o café pode ter ganho de até 60% em produtividade. Na contramão, o fruto é beneficiado com antecipação na colheita. Terceira geração de uma família de cafeicultores, o produtor Paulo Sonehara, do município de Getulina, no Noroeste paulista, passou a cultivar macadâmia nos últimos dois anos ao lado de um cafezal de cinco hectares para efeito de teste. \”Na safra de 2016, a produtividade dessa região foi ótima, colhemos quase 50 sacas por hectare. Cada um dos outros 15 hectares da propriedade ficou com uma média de 35 sacas\”, revela o agricultor. Na verdade, as lavouras de café precisam de temperaturas mais amenas. Em municípios quentes, as árvores da macadâmia ajudam a fazer sombra, quebram o vento e proporcionam uma condição mais favorável para o desenvolvimento dos cafezais. Tecnicamente, o fruto também aproveita os tratos culturais destinados ao grão e por isso tem o tempo de colheita reduzido. O proprietário da Thal Consultoria, Márcio Coelho, dá assistência técnica aos agricultores que aderiram à estratégia e explica que não é necessário aumentar o uso de insumos quando a nova cultura começa a ser plantada. \”A macadâmia aproveita a fertilização, aplicação de herbicidas e todos os demais tratos fitossanitários que já seriam despendidos ao café, sem precisar de um volume maior de aplicações\”, afirma o especialista. Segundo ele, a procura de produtores que querem entrar no processo é crescente.Sonehara comenta que em 2017 fará sua primeira colheita de macadâmias, algo que em um processo normal só seria possível depois de cinco ou seis anos de cultivo. Na região, a demanda comercial está em expansão tanto para a indústria alimentícia quanto de cosméticos. Doces e sorvetes são alguns dos produtos fabricados com a matéria-prima. Entenda As primeiras pesquisas sobre o casamento entre as duas culturas ocorreram em meados de 2006, na cidade de Dois Córregos (SP). De acordo com o pesquisador da Agência Paulista de Tecnologia do Agronegócio (APTA), vinculada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Marcos José Perdoná, descobriu-se que o mais rentável para a região era plantar café e macadâmia juntos e irrigá-los. \”Com base nos preços praticados em 2013, quando o primeiro estudo foi concluído, depois de cinco safras o cultivo deste consórcio pode gerar uma renda média de R$ 31 mil por hectare ao agricultor\”, diz. A última análise, do ano passado, ainda indica que a variedade do fruto mais adequada para estar ao lado do café é a hawaiana HAES 816.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes