Missa ou festa? Saiba onde Elba Ramalho estava após flagra policial

Elba Ramalho está sendo ‘cancelada’ na web após festa com cerca de 500 convidados em meio à pandemia. Vem ver a defesa da cantora.

Elba Ramalho, de 69 anos, teve o nome envolvido em uma polêmica na noite da última terça-feira (29). Tudo porque, a cantora foi flagrada em uma festa aglomerada de pessoas – sem uso de máscara de proteção contra o novo coronavírus. Em um vídeo, a artista negou qualquer envolvimento com a festa, que foi encerrada após chegada de policiais.

O evento com cerca de 500 convidados revoltou a web e a cantora acabou sendo ‘cancelada’ nas redes sociais. Mas, segundo o empresário, a cantora estava só de “passagem”. Para o portal Yahoo, Rodrigo Farias, empresário da artista, explica que as imagens que ‘dominaram’ a internet nas últimas horas, são de um evento de inauguração de uma loja em Trancoso e que a cantora só esteve ‘de passagem’ pelo local: “Não é uma festa. Foi na inauguração de uma loja no dia anterior. Estava passando e foi cumprimentar a amiga”, disse. 

Ainda segundo o empresário – questionado pela ausência do uso de máscara de proteção – ele se limita a dizer: “Ela estava numa inauguração onde estava montado um buffet”. Vale ressaltar que o uso de máscara de proteção ao novo coronavírus é essencial para manter-se protegido contra o vírus. Além disso, o uso é obrigatório em locais com aglomerações de pessoas.

Elba Ramalho explica festa 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Após toda a repercussão do vídeo e as críticas, a cantora resolveu dar sua versão dos fatos. Através de um vídeo nas redes sociais, Elba afirmou que não tem nenhum envolvimento com a festa realizada em sua propriedade de Trancoso, na Bahia. Em entrevista à Quem, ela explica: “A casa foi alugada do dia 25 de dezembro ao dia 4 de janeiro, como todos os anos eu faço. Esse é um período em que eu alugo outra casa ou fico numa pousada porque eu venho mesmo para descansar. A casa está nas mãos de outras pessoas, que vão responder. A responsabilidade é delas, não é minha”. 

Segundo o relato, Elba Ramalho precisou ir até a residência após a presença da policial. “Estou tranquila no meu canto. Fui na inauguração de uma loja de um grande amigo e tomei um vinho. Sou filha de Deus, sou humana. Todo mundo testado. Temos um amigo que é dono de um laboratório e ofereceu teste de covid-19 pra todo mundo. Dançamos um pouquinho de forró, nada demais”, revela.

Missa?

Elba Ramalho ainda explica que havia autorizado um evento para “somente” 200 pessoas e que estava em uma missa quando soube da ação policial. “Estava na missa. Estava na igreja às 19h, fazendo a leitura de Salmos quando comecei a receber mensagem sem entender o que estava acontecendo. Fui incisiva com eles, dizendo que não poderiam infringir a regra determinada pelo juiz de Porto Seguro, que seria festa somente para 200 pessoas. Eles sabiam disso”, criticou.

“Quanto a essa festa na minha casa, não posso responder. Claro que estou chateada com as pessoas que alugaram, e eles vão ter que segurar essa marimba. Realmente eu sou totalmente inocente nessa história. Estou super tranquila, não gosto de festas. Minha relação é com o povo da terra. Estou num lugar muito calmo. A polícia fez muito bem de ir lá e acabar com a festa. Pra mim, foi um susto, até porque eu estava avisando o tempo todo”, concluiu.

Veja também: 

Elba Ramalho diz que não sabia de festa com 500 pessoas em sua casa

Fiuk é um dos participantes confirmados para o ‘camarote’

Relembre os momentos mais icônicos da edição

Globo deve definir elenco na próxima semana

Ex-BBB Daniel Rolim faz vaquinha para ajudar abrigo de idosos

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes