Nome das protagonistas das novelas de Manoel Carlos: por que Helena?

Autor deu o mesmo nome para suas personagens principais em nove novelas

O nome das protagonistas das novelas de Manoel Carlos é sempre o mesmo: Helena. Em todos os seus folhetins, o autor deu o mesmo nome para as mocinhas. Desde de tanto tempo escrevendo tramas com Helenas, o famoso explicou o porquê disso.

Por que o nome das protagonistas das novelas de Manoel Carlos é Helena?

A escolha do ator tem a ver com a mitologia grega. Helena de Troia, filha do deus Zeus e da mortal Leda, era conhecida por ser a mulher mais bonita do mundo. Ele contou o motivo em entrevista ao Conversa com Bial, em outubro de 2020.

“Foi Helena de Troia, e escolhi porque gosto do nome”, disse. “Curiosamente, tive duas filhas mulheres e nenhuma delas se chama Helena. As pessoas me perguntavam na rua: ‘Foi sua namorada, sua amante?’. Eu dizia: ‘Não’. Podia parecer que era minha mãe, minha irmã ou alguém da família, mas não era, não”, disse.


Outro elemento bastante presente nas tramas de Manoel Carlos é o bairro do Leblon, no Rio de Janeiro. As histórias são sempre ambientadas na zona sul da capital fluminense.

“Eu escolhi o Leblon porque eu conheço bem o Leblon. Andava diariamente no Leblon, de mãos dadas com meu filho. Cumprimentava o carteiro, o moço do açougue… Todos sabiam os nomes dos meus filhos “, contou.

Helenas de Manoel Carlos

Ao todo, foram nove novelas nas quais Manoel Carlos fez de uma mulher chamada Helena a protagonista.


A primeira Helena do autor foi em 1981, na novela Baila Comigo. Interpretada pela atriz Lilian Lemmertz, mãe de Julia Lemmertz, a personagem sofre com a separação de seus filhos gêmeos, Quinzinho e João Victor (ambos interpretados por Tony Ramos), que só se reencontram no final da novela, já adultos.

Em 1991, foi a vez de Maitê Proença dar vida à segunda Helena de Manoel Carlos em Felicidade (1991). A história de amor entre o advogado carioca Álvaro Peixoto (Tony Ramos) e a mocinha conquistou o público na época.

A atriz Regina Duarte interpretou três Helenas em diferentes tramas do autor. Em 1995, ela estrelou História de Amor, na qual sua personagem viva um quadrilátero amoroso com Carlos Alberto (José Mayer), Paula (Carolina Ferraz) e Sheila (Lilia Cabral). Em 1997, foi a vez de Regina interpretar a Helena de Por Amor.

Em 2000, o grande sucesso Laços de Família teve Vera Fisher na pele da Helena. A história é mais uma que se passa no bairro nobre do Leblon e narra a paixão da protagonista por Edu (Reynaldo Gianecchini), um médico recém-formado, 20 anos mais novo, até que ele se apaixona pela filha da loira, Camila (Carolina Dieckmann).

Vera
Vera fisher viveu helena em laços de família – foto: rede globo

 

A sexta Helena foi interpreta por Christiane Torloni em Mulheres Apaixonadas (2002). A protagonista decide romper o casamento com o saxofonista Téo (Tony Ramos), com quem tem uma vida confortável no Leblon há mais de 15 anos, para viver um amor do passado que reaparece em sua vida.

Regina Duarte voltou a interpretar Helena em 2006, agora em Páginas da Vida. A personagem ficou marcada por adotar Clarinha, filha de Nanda (Fernanda Vasconcellos), que foi abandonada pela avó por ter Síndrome de Down.


Proxima novela do viva
Helena (regina duarte) e clara em páginas da vida – foto: reprodução/globo

 

Em Viver a Vida, exibida em 2009, Taís Araújo interpretou Helena, modelo que estava no auge da carreira e abandona tudo para casar com o empresário Marcos (José Mayer). A última personagem de mesmo nome de Manoel Carlos foi em 2014, quando Julia Lemmertz  viveu a mocinha em Em Família – na primeira fase da novela, as atrizes Julia Dalavia e Bruna Marquezine interpretaram a personagem em sua fase jovem.

Julia
Julia lemmertz interpretou helena na novela em família – foto: rede globo

 

+ Guta e Marcelo em Pantanal: filha de Tenório engravida do meio-irmão

Você pode gostar também