Qual é a data do Carnaval de 2022? Vai ter desfile?

A terça-feira de Carnaval será no início de março, confira datas

Embora o Carnaval tenha sido cancelado em diversas cidades brasileiras, o feriado (ou ponto facultativo) será mantido em muitos municípios, o que deve fazer com que milhões de brasileiros emendem o feriadão prolongado. Oficialmente, a data do Carnaval 2022 não é um feriado nacional, mas cidades como o Rio de Janeiro, por exemplo, adotam como feriado municipal.

No entanto, muita gente ainda não tem certeza sobre qual é a data do Carnaval de 2022. Confira.

Qual é a data do Carnaval de 2022?

Em 2022, a data do Carnaval será no dia 1º de março. Apesar de muitas cidades brasileiras terem cancelado a folia, caso de Recife, Olinda, Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, eventos particulares e desfiles poderão ser realizados de acordo com as determinações de cada unidade da federação.

Em muitas regiões do país, os brasileiros poderão aproveitar o feriadão emendado de 25 de fevereiro a 1 de março.

Origem do Carnaval: conheça a história da festa

Vai ter carnaval em 2022?

Na capital paulista, os blocos de rua estão proibidos de desfilar, e os desfiles das escolas de samba no sambódromo do Anhembi serão realizados com restrições e em abril.

O Rio de Janeiro também adiou o desfile das escolas de samba e jogou o evento para o dia 21 de abril, feriado de Tiradentes.

Em muitas cidades brasileiras, o Carnaval foi cancelado devido ao aumento dos casos de Covid-19 e da consequente ocupação de leitos em hospitais públicos e privados. Prefeituras de capitais em que a folia é uma tradição, como Olinda, Recife, Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro, tomaram a polêmica decisão de não permitir os desfiles de rua.

No entanto, em boa parte dos municípios, as escolas de samba e os clubes particulares devem celebrar a data adotando medidas como o uso de máscara e a comprovação do esquema vacinal completo. Não é o caso de Florianópolis, por exemplo, onde a prefeitura cancelou todos os eventos de Carnaval.

Em Manaus também estão proibidos os blocos de rua e os desfilas das escolas de samba.

A prefeitura da cidade de Olinda anunciou que catadores, ambulantes, artistas, agremiações e grupos que dependem da folia devem receber aporte financeiro.

Em São Paulo, a Secretaria de Cultura também estuda maneiras de reduzir os impactos do cancelamento do Carnaval de rua pelo segundo ano consecutivo. Já em nível nacional, uma cervejaria e um aplicativo de entrega de bebidas, em parceria, vão oferecer uma ajuda de custo a ambulantes que se cadastrarem na plataforma.

Você pode gostar também
buy cialis online